12/04/08

UM VÍDEO ACTUAL DA VIDA REAL!

Uma estranha verdade, para ver, clicando [Aqui]!

Fica assim a saber que nunca mais vai ter motivos para se indignar dos nossos transportes públicos, nem mesmo dos, desactualizados, comboios que, ainda, circulam no nosso Allgarve de Sotavento a Barlavento.

4 comentários:

Crameia disse...

A foto da estação de Entre Campos foi obtida num momento de pouco movimento, porque a partir das cinco da tarde parece a Feira de Xangai. Mas nada de semelhanças com o video da Coreia. Quanto á organização, podia ser um pouco melhor: pelo que tenho observado em outros países da Europa, os passageiros têm no titulo de viagem a informação do local do cais de embarque em que vai ficar a sua carruagem . Escusa de andar a correr, feito barata tonta, á procura da porta.
Quanto aos comboios para o Algarve, o Alfa e o Intercidades; Acho uma barbaridade que metade dos lugares sejam de costas para a frente. Principalmente no Alfa que sai ás sete de Faro, é preciso ter um estômago muito forte para não deitar a "carga ao mar". Mas enfim, podia ser pior!

Anónimo disse...

Este é um tema oportuno. Já agora porque não debater o facto de não termos no Barlavento as carruagens de antigamente. O comboio segue para Faro e em Tunes os carneiros são metidos num comboio-ferro-velho, ao estilo do terceiro mundo, e é quando ele aparece. Para mim os culpados desta situação são os autarcas, e os agentes económicos que nada fazem pelos transportes desta parte do Algarve. Luísa Garrancho

Anónimo disse...

É de facto lamentável ver comboios do terceiro mundo a circular no Allgarve. É preciso não esquecer que estamos numa zona turística por excelência que leva o nome de Portugal a todo o mundo. Só que infelizmente os detentores do poder político e empresarial da região, não se preocupam com isso, para fazer pressão sobre o poder político central. E no entanto gasta-se dinheiro, em tanta futilidade, a promover o nome do Algarve.

Os empresários do turismo também sabem que os turistas que andam de comboio, os chamados turistas de “pé descalço” em nada contribuem para um turismo de excelência.
Ninguém se preocupa, portanto, com isso. Quando precisam de se deslocar têm bons carros ao seu dispor, estão por isso bem mais preocupados com as portagens da via do Infante ou a reconversão da estrada nacional 125. Nos comboios ninguém levanta a voz, talvez por ser o transporte dos mais pobres e carenciados da região.

Anónimo disse...

Se fosse em Portugal os carteiristas tinham a vida dificultada. Só quem gosta de meter a mão em “seara alheia” tinha a vida facilitada!

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor