04/04/08

MARMETE E A HABITAÇÃO SOCIAL!

(clique em cima das imagens para ampliar)
Um sonho que tarda em se tornar realidade!

Nesta freguesia que dista 16 Km da sede do concelho, passados que estão 34 anos depois do 25 de Abril, nem uma única habitação foi feita.

A freguesia de Monchique tem habitação social, a freguesia do Alferce tem habitação social, e também a povoação dos Casais que pertence à freguesia de Monchique tem habitação social.

Em 1982, no tempo do falecido Presidente da Junta de Freguesia de Marmelete António da Silva Dias, foi feito um levantamento para saber a carência de habitação e chegou-se à conclusão que eram necessárias 35 habitações nessa época. Em 1983 a Junta passou a ser governada por outra cor política.

Marmelete continua a ser uma excepção à regra. Porquê esta discriminação? No entanto não é por falta de terrenos. Em 23 de Outubro de 2003 a Autarquia adquiriu a uma família de Marmelete um terreno pelo preço de 104.746.56 Euros. E a partir daí nada mais foi concretizado.

O terreno tem a área de 4500 metros quadrados e inclui duas habitações, em estado de degradação. O terreno tem óptimas condições e fica localizado na malha urbana da freguesia, numa zona de fácil acesso, junto do Centro de Dia de Marmelete.

O mesmo encontra-se completamente abandonado desde a sua aquisição. Ao menos resta-nos a consolação de ver as cabras tão felizes, tendo ali à sua disposição um local de pasto inteiramente ao seu dispor.

1 comentário:

Anónimo disse...

Deve haver boas razões, para não se fazer habitação social em Marmelete. Primeiro a Junta de Freguesia não pertence à mesma cor partidária que governa a Autarquia há 25 anos. Segundo fazer habitação social, quando neste momento a maioria dos jovens já não quer trabalhar na agricultura, logo não estão interessados em aí morar. Terceiro nem na sede do concelho há empregos quanto mais numa freguesia no interior algarvio que dista muitos quilómetros do litoral, mais rico, onde o emprego embora precário ainda vai dando outras garantias de sobrevivência. Porque o principal drama da juventude não é a habitação mas sim a falta de postos de trabalho. Daí o êxodo da juventude que vai deixando o interior, agora denominado de Capital da Serra, para outras paragens onde haja melhores condições para poder trabalhar.

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor