19/06/07

OS SOBREIROS DA DISCÓRDIA!

(clique em cima da foto para ampliar)
NÃO HAVIA NECESSIDADE, SÃO TODOS BONS RAPAZES!

A Juventude Desportiva Monchiquense vendeu a cortiça dos sobreiros, na zona envolvente ao campo de futebol. Foi o suficiente para que a oposição se achasse no direito de exigir explicações pelos procedimentos adoptados, e vai exigir por isso explicações na reunião do executivo e na Assembleia Municipal.

Tudo porque a Juventude na pessoa do seu presidente, entende que tem o direito de o fazer, uma vez que utiliza aqueles terrenos desde 1975.

A oposição não se conforma com tais explicações, e o Vereador António José Santos (PSD) é o mais inconformado, o qual alega que o legítimo proprietário do terreno é a Câmara, logo só esta o poderia vender. E porque a Câmara tem que obedecer aos requisitos impostos que a lei determina, teria que abrir concurso para o efeito, o que não foi o caso.

Pela parte da Câmara o Vereador Carlos Henrique, do PS, reconhece que o terreno é “propriedade da Câmara, cuja escritura foi feita no dia 5 de Dezembro de 2006”. Mas esqueceu-se de esclarecer que foram comprados pela Câmara aquele espaço, e muitos mais terrenos, que chegam até às escolas de S. Pedro, por força das circunstâncias.

Porque a Câmara para comprar uns teria de comprar todos, porque todos estavam em comum. Daí a confusão instalada. Os terrenos circundantes e o próprio campo estavam prometidos pelo seu legítimo proprietário ao clube.

No entanto a Juventude utiliza o espaço desde 1975, por cedência dos proprietários e há direitos adquiridos, e um protocolo assinado com os donos e a Autarquia, são os argumentos do líder da colectividade António Pedro.

Nestas condições o Presidente do clube, argumenta que a zona envolvente e o campo do futebol na prática são pertença do Monchiquense e por isso nada se pode apontar nos procedimentos adoptados.

Falta apenas concretizar a escritura que determina a passagem da posse efectiva do terreno na posse da Câmara para o clube, mas isso deverá acontecer num lapso de tempo não muito distante.

Todos têm razão, excepto a Autarquia, que deveria em seu devido tempo e com a celeridade, que todos nós sabemos não são seu apanágio, a qual costuma, quase sempre, protelar para as “calendas gregas”, aquilo que devia e era sua obrigação fazer, que era desanexar os terrenos e fazer a entrega ao clube através de escritura, em devido tempo.

Se assim tivesse procedido, este caso, não teria nenhuma razão de existir!

25 comentários:

Anónimo disse...

Cinco estrelas!
Nunca ninguém esclareceu tão bem a situação, tal e qual como ela é, nem no Correio da Manhã. Assim fiquei completamente esclarecido, porque havia coisas que eu não compreendia muito bem.
Os meus parabéns!

Anónimo disse...

JÁ AGORA APROVEITO ,PARA FAZER TB UM ESCLARECIMENTO SOBRE ESTE ASSUNTO
É VERDADE QUE A ESCRITURA QUE O SR. VEREADOR DO P.S.D SE REFERE DATADA DE 5 DE DEZEMBRO DE 2006,NÃO MENCIONA EM NADA A PERTENÇA DO JUVENTUDE D. MONCHIQUENSE,MAS FALA DE UM ACORDO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA ENTRE OS HRDEIROS DE ANTONIO VAZ MASCARENHAS E O MUNICIPIO DE MONCHIQUE ONDE ESTES DOAM AO JUVENTUDE O ARTIGO 51 ( TODOS OS TERRENOS ENVOLVENTES AO CAMPO DE JOGOS E O PRÓPRIO CAMPO )BASEADO NUMA CARTA DATADA DE 6 DE SETEMBRO DE 2005 ESCRITA PELA ACTUAL DIREÇÃO DO JUVENTUDE APÓS UMA REUNIÃO DA MESMA COM TODOS OS HERDEIROS DE ANTONIO VAZ DE MASCARENHAS NA SUA CASA NO "ALTO DA PRAÇA " EM MONCHIQUE
PORTANTO ESTÁ TUDO DITO
AGORA É VERDADE QUE A DOAÇÃO DO MUNIÇIPIO PARA O JUVENTUDE AINDA NÃO FOI FEITO MAS IRÁ A SEU TEMPO
RESUMUINDO É DE LAMENTAR QUE SE APROVEITEM DE UMA INSTITUIÇÃO PARA FINS POLITICOS
JÁ AGORA DENTRO DE POUCO TEMPO DIREI QUEM SOU
MAIS UMA VEZ OS MEUS PARABENS A ESTE SITE

Anónimo disse...

Cedo ou tarde, isto isto teria que acontecer....
O desleixo paga-se caro.
Mas é bom não esquecer...esses dois protagonistas principais desta luta de galos,têm muita coisa em comum!

Acabam aos beijinhos,ou a pôr cuspo por detraz da orelha um do outro...para nossa distração.
São os dois, filhos da mesma escola.

Asinus asinum fricat

Anónimo disse...

SEGUNDO A TRADIÇÃO E OS BONS COSTUMES,"O FRUTO PENDENTE",NESTE CASO A CORTIÇA,PERTENSE AOS EX-PROPRIETÁRIOS,A CASA MASCARENHAS.
TODOS OS PROBLEMAS TÊM SOLUÇÃO.
O SEU A SEU DONO.
E JÁ AGORA TERÁ O PRESIDENTE-VITALÍCIO,TUTA,PERDIDO TAMBÉM A VOZ?SÓ OIÇO O BAIXITO?

A.M.H.

Anónimo disse...

sempre gostava de ver as avaliações da "colmeia"de chulos que a câmara se tornou.
EXCELENTE,EXCELENTE,EXCELENTE...
E OS OUTROS 95 %?
pOUCOS FAZEM O SEU TRABALHO.
OS EXEMPOLOS É HABITO VIREM DE CIMA.O TUTA VAI NÚ.

Anónimo disse...

Ainda sobre a cortiça!
Para que serve um contrato de promessa de compra e venda se depois quando se lavra a escritua não se cumpre o que está no contrato?
Uma coisa é o campo e outra coisa é a zona envolvente. Pergunto já que o Monchiquense usa o campo há mais de 30 anos, que é verdade, pergunto até ao ano de 2006 quem tirava a cortiça e vendia era o Monchiquense ou a familia Mascarenhas?
Então e os sobreiros do dominio público tambem são do Monchiquense?
Camada de imcompetentese e oportunistas , para não referir mais.
Resumindo o campo e zona envolvente são propriedade da CMM desde 05/12/2006, ponto final.
Os dirigentes do JDM, agiram por sua conta e risco ou a mando do Presidente da Assembleia Geral do JDM dr. Carlos Tuta?
RERSPONDAM!

Anónimo disse...

para sua imformação o presidente da assembleia geral é o sr.Fernamdo Luis e o que vc quer é troco mas não vai ter esse prazer
porque só respondo a inteligentes

Anónimo disse...

asinus asinum fricat: o burro esfrega-se no burro

Anónimo disse...

A estoria da cortiça não é mais que a ponta do iceberg...
Por vezes os pintos julgam-se galos.
Um dia teremos mais informação sobre estes longos 25 anos de gestão Socialista.
Como a incúria pode ser danosa!
Como os sucesivos apradrinhamentos de cargos,lesam o progresso e castram gravemento a vontade de serviço público.
Virá o dia dos melhores que herdarão o pior dos piores!

Pitosca p.v.

Anónimo disse...

o segundo comentário a esta noticia é o mais verdadeiro de todos. para dor de cotovelo de muitos, incluisivê o vereadorzeco socialista que se pronunciou publicamente sobre o assunto, apesar de quanto me ocorre não serem contas do seu rosário.
Os terrenos do campo e envolventes, entre a estrada de sabóia, o descansa pernas e a cruz dos madeiros pertencem por vontade do Sr António Vaz Mascarenhas e seus herdeiros ao Juventude Desportiva Monchiquense. A Câmara tem sim direito de usar esses terrenos e infraestruturas devido ao custear dos arranjos q lá tem feito.
E a verdade vai ser reposta dentro em breve, para quem quiser ler.
Pena é q o baixote não tem tomates para pedir publicamente desculpas pelas babuseiras que proferiu.
Ass. informer

Anónimo disse...

Grande confusão! Escrituras de compra e venda, de doação, protocolos entre a Câmara e os "proprietários". Não se entende!Este imóvel está inscrito na CRPM sob o n.º 10514 e por sobre ele impender uma acção judicial, não pode ser vendido, doado, objecto de protocolos, nem tão pouco extraida a cortiça das suas árvores. Avizinham-se mais problemas para os "proprietários".

Anónimo disse...

Essa agora!
Explique-se melhor ,por favor..acção judicial...conte,conte..debaixo de uma pedra pequena pode estar um lagarto grande.....

Tiri-ri

Anónimo disse...

Não era bem "só" assim..
mas em parte é verdade.
As casa ricas também produziam ricos velhacos.

luzia

Anónimo disse...

Acho que não é um lagarto.
Parece que é um grande Jacaré.
Ouvi dizer, que apareceram duas pessoas que dizem ser filhas de Henrique Vaz de Mascarenhas. Dizem ser herdeiras desse homem.
Também ouvi dizer que desapareceram os seus testamentos.
Mas, isto é o que se diz por aí.

Mário

Anónimo disse...

Ganda barraca.....

Anónimo disse...

A festa da Cortiça vai continuar, vamos todos à reunião de Câmara dia 03 de Julho, a coisa promete.
JDM

Anónimo disse...

Caros amigos,
Por insistência do nosso amigo “Tiri-ri”, que pediu para explicar a mensagem que aqui deixei em 26 de Junho às 17:10.
No dia seguinte, levantei um bocadinho a pedra para deixar sair o “lagarto”.
Pelo que a menina Luzia respondeu a essa mensagem aqui deixada por mim.
No entanto a mensagem que aqui deixei em resposta ao amigo “Tiri-ri”, desapareceu literalmente do blog.
Inacreditável, censuram uma mensagem dum blog de Monchique.
Quem o fez foi certamente o administrador do blog, que devia por isso ter vergonha.
Ou terá ficado incomodado com o que foi dito.
Ou quer encobrir alguém?
Meu amigo, tenha vergonha e volte a colocar lá a mensagem.

Sonhador disse...

Amigo anónimo!
Custou-me muito apagar o seu comentário! Foi a primeira vez que o fiz. Espero que não tenha necessidade de o voltar a fazer. Sou totalmente contra qualquer tipo de censura, mas há limites que têm que ser respeitados, ainda para mais tratando-se duma pessoa que já não está entre nós, para poder defender-se das graves acusações que o senhor fez. Se quiser voltar a fazê-las, assuma por inteiro as suas responsabilidades e identifique-se correctamente, para que a família do visado saiba quem o senhor é. A coberto do anonimato é que não está correcto. Não queira que seja eu que tenha que assumir em seu nome, aquilo que só a si diz respeito. Espero que compreenda a minha atitude, porque todos nós devemos assumir com dignidade, todos os actos que praticamos.

Anónimo disse...

O Campo do Juventude está a ser palco de grande disputa política. Tudo porque a promiscuidade entre política e futebol está aqui bem patente.

O Presidente da Assembleia Municipal é o mesmo Presidente da Assembleia-geral do Clube. A escritura que foi feita com a família Mascarenhas está em nome da C. M. Monchique desde 5-12-2006, não foi respeitada o que constava na promessa de compre e venda. Logo o que vale é a escritura.

O que vale para todos os efeitos é o que está na escritura e consequentemente o que vier a constar na Conservatória do registo predial, quando o prédio for registado. Quando a Câmara mudar de gerência o clube da Nave e todos os clubes que porventura possam surgir em Monchique passam a ter os mesmos direitos perante a Câmara, já que o mesmo é municipal. Essa é que é a grande questão.

E todos já vimos que a oposição em Monchique, não está, nem pode estar de acordo, que sejam os mesmos senhores em mandar em tudo. Eles mandam na política, mandam no futebol, mandam nos bombeiros, só não mandam, ainda, na rádio e na Santa Casa da Misericórdia, mas mesmo assim controlam todas as vozes discordantes.

Tudo o resto é deles até a vontade das autoridades eclesiásticas que alinham em todos os esquemas, por eles montados. É o poder total. Resta saber quanto tempo isto ainda vai durar. Estão já a preparar a renovação de quadros, estão-se a preparar para afastar um vereador, que está a ficar mal visto. Quem será o substituto? Ainda não está decidido.

Anónimo disse...

O campo de futebol e zona envolvente está registado na Conservatoria em nome da Câmara Municipal de Monchique.

Fonte: Conservatoria do Registo Predial de Monchique

Anónimo disse...

Então, apresentem esse registo na Reunião de Cãmara.

Anónimo disse...

ESTÃO ABERTAS AS INSCRISSÕES PARA AS LISTAS ELEITORAIS PARA O JDM.
CHEGUEM-SE Á FRENTE E CANDIDATEM-SE.
QUEM NÃO TEM GOSTADO DO QUE SE VÊ PONHA O DEDO NO AR E DIGA QUE VAI FAZER MELHOR.
ACEITAM-SE MELHORIAS, EVOLUÇÃO, DESENVOLVIMENTO, PRO CLUBE E PRA VILA DE MONCHIQUE!

Boi-velho disse...

Cautela:
Criticar positivamente ñ é ilegal!
Nem todos os sócios e simpatizantes terão "feitio" ou tempo para serem dirigentes...mas isso ñ implica que estejam inibidos de fazer ouvir a sua opinião.Talvez uma das razôes do divorcio entre o Juventude e o povo de Monchique,resida no ostracismo e arrogância das sucessivas Direcçôes,e a sua ligação umbilical á Câmara.
O Juventude só poderá ter futuro se conseguir a sua emancipação.
Tirar a cortiça foi um gesto de liberdade e justiça!
O Clube é virtualmente dono!
Até por uso-capião poderá assumir a posse!

Boi-velho

Anónimo disse...

O clube não é dono de nada e muito menos a CMM. Pois, não existe qualquer escritura e a existir não pode ser inscrita sobre o prédio
E não, não podem invocar a usucapião, pois, teriam que o fazer antes de retirar e vender a cortiça.
Xico-espertismo, é o que é.

Anónimo disse...

Não!! É esperteza saloia!

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor