06/04/07

A IMPORTÂNCIA DOS "CANUDOS"!


OU COMO SE PODE "QUEIMAR" A CARREIRA, PROMISSORA, DUM POLÍTICO COM FUTURO!

Ter um título académico, sempre foi o sonho de muitos Portugueses e muitas Portuguesas. Por isso não admira a proliferação de Universidades privadas que se espalharam pelo País. As Universidades nasceram, como “cogumelos” para satisfazer essa procura desmesurada e incessante, onde as “facilidades” nas Universidades do Estado também foram patentes, sobretudo a seguir ao 25 de Abril, com milhares de alunos a beneficiarem de “passagens administrativas”. E são esses os académicos que estão agora no auge das suas carreiras.

Só que as Universidades privadas, vivem com o intuito de ganhar dinheiro à custa dos cursos que praticam, e não podem ser muito exigentes, porque senão a procura dos cursos diminui. E é à custa dessas facilidades, que muitas universidades, não se inibem de “fabricar” cursos para todos os gostos, mesmo que sejam pseudo-cursos, de duvidosa utilidade, porque na prática pouco têm para oferecer.

É por isso, que é difícil resistir à tentação de difamar os políticos na praça pública, quando está em causa a suspeita de um falso “canudo”, principalmente quando estes ocupam cargos de grande relevância. As oposições muitas vezes alimentam esse tipo de especulações, o que parece agora não ser o caso. A oposição, neste caso, mantém-se no mais absoluto silêncio, limita-se a fazer a oposição tradicional, no sentido de nos querer passar a ideia, que o governo está a tentar controlar e pressionar, os órgãos de comunicação social, para não empolar o acontecimento. Ora todos sabemos que isso é mais que verdade, em todos os tempos, e em todos os governos, os órgãos de comunicação são pressionados. O contrário é que seria para admirar.

Também por isso é curioso verificar que a oposição sempre tão lesta, a alimentar factos políticos, agora é ela mesma que não está minimamente interessada em explorar este filão, que politicamente mói e corrói,
Até parece que a classe política não se interessa muito por este tipo de assuntos, parece até, que o tema os incomoda de sobremaneira, isto só vem demonstrar que na política também há regras e códigos de conduta a respeitar, ou será que existe algo mais, para além desta conduta?

O primeiro-ministro pode estar a ser alvo de uma grande injustiça e quarta-feira parece já haver a promessa de tudo ser clarificado. O primeiro-ministro, já revelou ser um homem competente para o cargo, o melhor dos últimos tempos, e seja quais forem as habilitações que o mesmo apresente, isso não diminui a sua capacidade em coisa nenhuma, porque ainda teria mais valor, caso não tivesse nenhum grau académico, porque também houve, e há, bons políticos sem grandes habilitações como foram os casos de Jacques Delor francês, Lech Walesa polaco, Lula da Silva brasileiro, e até o português Jerónimo de Sousa.

Se não tivesse habilitações, acaso ficaria diminuído por isso? Na concepção dos portugueses certamente que sim, porque são uns “mesquinhos”, porque para um político ter valor, é preciso demonstrar e confirmar, que existe um “canudo” que testemunhe o aproveitamento escolar, para que o mesmo deixe de ser tratado com parcimónia.

Na nossa sociedade se não houvesse, tanto endeusamento do grau académico, isto não teria impacto absolutamente nenhum. Só que este País sempre se “curvou” ou tirou o “chapéu” a qualquer um que se apresente como sendo Doutor, Engenheiro, Arquitecto, ou qualquer outro título, nem que seja o mais incompetente dos incompetentes, nem sendo sequer necessário demonstrar qualquer aptidão ou conhecimento para o cargo.

E o mais caricato da questão é que toda esta polémica foi levantada por um blogue, o Portugal profundo, e logo a seguir outros, como Grande loja do queijo limiano e assim sucessivamente. Só mais tarde alguma imprensa independente foi a reboque dos acontecimentos.

A maioria dos Portugueses, ainda, vive obcecados por causa dum “canudo” e por isso ainda dão mais importância ao caso. A obsessão pelos “canudos” é tão forte que o próprio governo, também, não conseguiu resistir à tentação de fazer de todos os Portugueses uns diplomados. Para isso foram criados Centros de Reconhecimento e Certificação de Competências, onde se pode ter um certificado escolar, baseado no conhecimento que os adultos foram adquirindo em diversas situações, e ao longo do seu percurso de vida, pessoal, social, e profissional, de modo que seja obtida uma equivalência desses conhecimentos.

Porque a verdade nua e crua é esta: sem um “canudo” falso, ou verdadeiro, já ninguém consegue nada…na vida, e muito menos uma carreira profissional digna.

São os sinais dos tempos modernos, conturbados e competitivos, em que vivemos, e em que o saber pouco importa, o que interessa, acima de tudo, é simplesmente o tal “canudo”.

1 comentário:

Laurinda disse...

A política actual está a entrar numa fase, em que a mesma não está a sair dignificada, nem os seus intérpretes. Afinal está a perder-se um precioso tempo com fait divers, para enganar quem? Está mais que provado que quem está no poder é que tem sempre razão. Mais vale uma mentira dita por um político no activo, do que mil verdades mencionadas, por um qualquer cidadão anónimo. Quem tem o poder consegue manipular tudo e todos à sua volta, e o primeiro-ministro mesmo com os estudos que dizem não ter, consegue dar lições aos maiores catedráticos da comunicação. A sua postura a enfrentar as câmaras de televisão, mostra como consegue passar a mensagem, é de um autêntico profissional. Era bom que a oposição, tentasse outras formas de combater o adversário, porque assim não conseguem chegar a lado nenhum. E o cidadão José Sócrates sabe aproveitar todas as ocasiões com mestria, quando tem que enfrentar os holofotes da comunicação social. É tudo isso que deixa os adversários à beira dum ataque de nervos e sem solução à vista, Porque todos sabem que quanto mais vai sedimentando o seu carácter e prestígio, mais difícil vai ser derrotá-lo nas urnas, por isso na secretaria está provado que também não vai ser fácil. Depois desta crise outras se seguirão, mas todas vão ser ultrapassadas com mestria e o mesmo à-vontade com que o tem demonstrado até agora.

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor