10/09/10

TOURADA EM MONCHIQUE PELA 1.ª VEZ!


Clique em cima das imagens para ampliar
No dia 12 de Setembro de 2010!

É aqui nesta praça amovível com 2600 lugares, e com os seis touros da imagem que vão ser toureados, que no dia 12 de Setembro pelas 16h00 tem lugar a 1ª grande corrida integrada na feira do presunto de beneficência a favor dos bombeiros Voluntários de Monchique.

Na realização da mesma ninguém está a ficar indiferente. Uns estão a favor. Outros estão contra. Há até um grupo de pessoas que não quer touradas em Monchique que se manifestam no Facebook conforme se pode ver clicando aqui.

No final vamos ver se o alarido criado ao seu redor se justifica. Porque além da tourada o que interessa, acima de tudo, é dar a conhecer o que a nossa terra tem de melhor e mais genuíno que é o nosso presunto, o rei desta feira, assim como os outros produtos que são o mel a doçaria o artesanato e o medronho cuja fama, há muito, ultrapassou fronteiras.

20 comentários:

Aficionado por touradas disse...

A esmagadora maioria das pessoas que se manifestam contra a tourada não são de Monchique, bem pelo contrário. Alguns, poucos, até serão genuínos nas suas atitudes. Outros aproveitam a boleia para fazer política contra o actual presidente da autarquia. Não creio no entanto que alguém esteja contra a beneficência a favor dos bombeiros voluntários de Monchique.

DOCONTRA disse...

Necessario trazer touros de fora quando os ha ca na terra ?

Zé d' Adega disse...

As touradas têm tudo a ver com presunto.

Aqueles que estão a liderar a manifestação não só vivem em Monchique, como contrubuíram para a eleição do Dr. Rui André. Vi um dos deputados da Assembleia Municipal do PSD nessa "manif".

Com as dezenas de milhares de Euros que se gastaram na tourada, davam logo o dinheiro aos bombeiros e acabava-se a polémica.

Homem da Luta disse...

Quero ver quando o sr Sonhador vai fazer um texto que denuncie as trapalhadas do executivo camarário. Tantas palavras teve para apoiar o presidente que se torna suspeito regressar de férias com um texto que evidencie uma tourada em Monchique... pela 1.ª vez.

Anónimo disse...

Relativamente à tourada eu acho que há que respeitar todos os gostos, quem gosta tem a possibilidade de ir ver quem não gosta não vai.

Nesta situação o que eu critico é que o actual Presidente tenha proposto esta actividade, sim que a proposta foi feita por parte da Câmara, não vale a pena tentar tapar, a uma associação que como todos nós sabemos tem grandes dificuldades financeiras, e que caso a tourada não seja um sucesso ainda via ficar com mais, pois segundo consta a Câmara só paga um terço do custo tendo os Bombeiros que fazer pelo menos os outros dois terços para pagar a despesa, senão alguém vai ter que pagar...!

Também é difícil de compreender como é que a direcção da associação está disposta a correr esse risco, penso que em tempos os B. V. Portimão fizeram algo do género e a tourada deu prejuízo.

Para bem dos Bombeiros espero que ao menos consigam fazer o montante que terão de pagar à empresa responsável pela tourada.

Anónimo disse...

sr DOCONTRA serà que o touro cà da terra è você?

Anónimo disse...

Parabens à Associação dos BVM, ao Presidente da Câmara e a todos os que contribuiram para o maravilhoso espectáculo que reuniu mais de 2000 mil pessoas. Gostei muito.Espero que não seja a ultima!

Anónimo disse...

Quer queiram quer não já se realizou e foi um estrondoso sucesso.

Parabens Rui, Parabens BVM, Monchique quer é inovação. Estavamos fartos do marasmo.

Continuem a promover a nossa terra que ela merece.

Anónimo disse...

Sr. Zé d'Adega nunca sabe o que diz!

Quem é que gastou essa dezena de milhares de euros?

Um aficionado disse...

Corrida de touros em Monchique

Lotação completamente esgotada!

Foi o maior êxito de sempre em corridas tauromáquicas realizadas no Algarve. São os próprios intervenientes da mesma quem categoricamente o afirmam.

E agora o que é que os críticos das touradas têm a dizer?

E o protesto que se anunciava na Internet com inicio no sítio do Largo dos chorões o que é que lhe aconteceu?

E o Grupo de pessoas que não quer touradas em Monchique que se manifestaram no facebook ficaram satisfeitas com a sua iniciativa?

Tanto barulho à sua volta só serviu para lhe fazer ainda mais publicidade!

Para a próxima não se esqueçam que em Monchique mandam os que cá estão!

Anónimo disse...

Monchique e os maus exemplos!

"Um bom exemplo seria informar os cidadãos de Monchique que vibram com as touradas que os seus gostos retrógrados vão simplesmente causar uma “indigestão” ao mundo civilizado – e certamente arruinar com o interesse de muitas pessoas pelo Festival do Presunto. Um bom exemplo seria simplesmente dizer “não” à barbárie".

Afinal não são só os Monchiquenses que disseram sim à barbárie mas sim muitos outros mais que vieram de todo o Algarve. Quem havia de dizer que a tourada ainda tem tantos aficionados?

Anónimo disse...

Depois de ler alguns comentários gostaria eu de dizer que em relação á tourada estou de acordo com o Sr. Anónimo do dia 11 das 16:40, só vai quem gosta...
Também concordo com o Sr. Aficionado por touradas, há quem se aproveite para fazer política contra o nosso actual presidente e não esteja a lutar pelo propósito relacionado com o assunto.

Sr. homem que luta, diga-me só uma coisa, luta pelo quê? Será que perdeu alguma coisa aquando da partida do anterior executivo?...

Um dos protestantes disse...

O que eu vi foram os forcados e seus amigos que atacaram vergonhosamente um jornalista, que estava apenas a fazer o seu trabalho.
Outra coisa que também está certa é que a polícia encobriu o crime e mesmo apagou fotos dos agressores.
Isso a meu ver não é aceitável, qualquer que seja o evento!

Um aficionado disse...

Segundo li no blogue do grupo Anti-touradas de Monchique estava lá esta informação:

“O protesto e marcha, completamente sem armas e em boa fé, terá início no sítio do Largo dos Chorões (junto aos táxis) às 15 horas do dia 12 de Setembro. O percurso deverá seguir através da Estrada de Sabóia (N266) até ao local do Heliporto. Nesse local vamos anunciar a nossa oposição à ocorrência de touradas em Monchique, como é nosso direito de acordo com o Artigo 45º/74 (Direito de reunião e de manifestação), no entanto respeitando o Decreto-Lei nº. 406/74, de 29 de Agosto, que nos obriga a este comunicado.”

Segundo um comentário feito no facebook por um dos promotores da manifestação o mesmo escrevia assim:

“O protesto foi um sucesso! Apenas um envolveu-se em confusão e era jornalista!
Ele estava simplesmente a fazer o seu trabalho, a tirar fotografias dos manifestantes, e veio um gordo, que parecia estar associado à tourada, segurou-lhe nos ombros e deu-lhe uma cabeçada em frente a dezenas de testemunhas incluindo muitos agentes de polícia. A seguir esse homem foi para dentro da praça de touros, impune. A polícia disse no entanto que não viu nada.”

Agora eu pergunto: se o percurso era para ser seguido através da Estrada de sabóia (N266) até ao local do Heliporto, terminando aí a marcha de protesto, o que estavam a fazer os manifestantes em frente à praça de touros para que o jornalista lhe pudesse tirar fotografias? Entre o heliporto e a praça de touros ainda é uma grande distância.

Se o protesto era pacífico porquê irem manifestar-se em frente à porta da praça de touros?

Se calhar era para pedirem algum autógrafo aos toureiros?

Que responda quem souber?

Homem da Luta disse...

Sr Anónimo, o Homem da Luta tem o direito de se manifestar contra aquilo que não defende. O sucesso de uma tourada em Monchique não me diz nada. Eu não perdi nada com a saída do anterior executivo, todavia não creio que vá ganhar/lucrar alguma coisa com a chegada do actual. A Luta é esta, melhores condições para a população. Em vez de se procurar criar postos de emprego e habitações acessíveis para os nossos bolsos, trazem-se touradas para Monchique? Não admira que a desertificação se continue a acentuar no concelho. A Luta é esta, companheiro. Não tapem o sol com uma peneira.

Anónimo disse...

PROTECÇÃO AOS ANIMAIS Lei n.º 92/95 de 12 de Setembro
Lei n.º 92/95 de 12 de Setembro
A Assembleia da República decreta, nos termos dos artigos 164.º, alínea d), e 169.º, n.º 3, da Constituição, o seguinte: CAPÍTULO I Princípios gerais Artigo 1.º Medidas gerais de protecção 1 - São proibidas todas as violências injustificadas contra animais, considerando-se como tais os actos consistentes, sem necessidade, se infligir a morte, o sofrimento cruel e prolongado ou graves lesões a um animal.

Marco Águas disse...

Não é admissível que o que se tem passado na nossa terra nos últimos dias seja mais um exemplo do 'cagando e andando' ao qual nos temos subjugado há tantos anos.

Quando um evento destes vai para a frente como se fosse um acidente inevitável, muita gente é intimidada a dizer que sim ou a se calar porque dizer não poderá ter consequências e, para rematar, a agressão severa de um jornalista é defendida pelas autoridades eu digo - Já chega!

Será que perdemos completamente a dignidade, os valores democráticos e a racionalidade?

Será que são estes os valores que queremos dar aos nossos filhos?

Ou viramos a cara para não ver e cagamos nisso?"

Bombeiro de Serviço disse...

Ainda sobre a Tourada que ... já lá vai !!

Meu Caro Amigo e Senhor Marco Águas
O Senhor está completamente enganado pelo que li no seu comentário de 16 de Setembro - 23.12 horas.

E porquê ?!

Primeiro não parece querer respeitar a opinião da maioria!

Sempre houve Touradas em Portugal e .... vão continuar a existir por muitos longos Anos e Bons !

Em segundo lugar o Senhor está completamente equivocado (possivelmente por falta de informação - o que deve fazer com que, antes de produzir informações deve melhor documentar-se)pois que a mini-manisfestação contra foi, deduzo - porque de outra forma não o fariam, "colocar-se" junto aos Forcados quando tinham deliberado, com antecedência, que parariam junto ao Helioporto onde todos que seguiam para ver a Tourada passavam - o que foi uma provocação evidente.

Então houve alguém - não identificado mas que, diz-se, era do Correio da Manhã ... que se saiba, que começou a tirar fotos aos Forcados enquanto estes estavam a pedir aos manifestantes que se afastassem e que fizessem a sua manifestação onde tinham determinado.

Claro que o Senhor continuou a tirar fotos depois de lhe ter sido pedido que não o fizesse e a "agressão severa" a que o Senhor se refere, foi simplesmente para afastá-lo com a máquina e ... houve então, possivelmente, a "Cabeçada".

Quem lhe afirma isto é exactamente o Bombeiro de Serviço que Tudo presenciou.

Portanto ... nada de especulações e ... há que respeitar a opinião de terceiros mesmo que "Eu não goste" !

A propósito ... qual é a sua Associação Jurídica ?? !!

Venha sempre por BEM a Monchique que é uma terra que, o Senor bem conhece, de extrema amabilidade.

Anónimo disse...

Monchique, pura beleza até ao momento que começam a praticar essas barbaridades. Quer dizer andam a matar uns para salvar os outros, indecente da parte dos Bombeiros e da Autarquia.

Anónimo disse...

Indecente da parte de quem nela colaborou...ñ se pode generalizar. Sou bombeiro e fui contra a tourada, mas sou ainda mais contra
quem mamou á pala da tourada

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor