16/09/10

MONCHIQUE REALIZA A XI EDIÇÃO DO BANHO DO 29 NA PRAIA DO VAU!


A mesma é organizada pela Junta de Freguesia com o apoio da Câmara Municipal

Os Monchiquenses, na noite do dia 28 de Setembro, desciam a serra a caminho da praia do Vau transportados em burros, mulas e carroças em que as famílias inteiras se faziam acompanhar de grandes farnéis para tomar o banho de mar anual, com os homens de “camisa e ceroulas” e as mulheres de “saia de baixo” e a “bata”, onde não faltava a boa disposição ao som de acordeão durante toda a noite.

O banho do 29 continua a ser, ano após ano, uma manifestação de cariz marcadamente popular, fazendo parte dum dos eventos em que a população tem aderido, com grande entusiasmo, nestes últimos anos, cada vez em maior número.

São os Autocarros da Autarquia que, actualmente, se encarregam de transportar a grande maioria dos Monchiquenses, para manter a tradição. As inscrições estão abertas na Junta de Freguesia de Monchique.

A partida está marcada para as 20h00 no Heliporto Municipal de Monchique e a chegada por volta das 21h00 na Praia do Vau, como sempre tem acontecido, prolongando-se pela noite adentro com o tradicional banho à meia-noite.

6 comentários:

provinciano disse...

E A FESTA É PARA CONTINUAR!

Estes eventos até se justificam que sejam apoiados pela autarquia, para manter a tradição já que os mesmos estão abertos a toda a população em geral e só acontece uma vez por ano, sendo a viagem pouco onerosa já que a distância da mesma fica aqui tão próxima.

O mesmo já não posso concordar e nem aprovar quando o apoio é feito para passeios de Avião ao Porto e a Braga, mesmo organizados por outras identidades. Que tipo de apoios pode a autarquia conceder se não for em apoio pecuniário?

E o que dizer de apoios para fazer Peregrinações a Fátima? E o que dizer de Passeios a Olhão a à Ria Formosa? Todos estes eventos são para ser realizados durante o mês de Setembro deste ano.

Quer dizer a autarquia tem dinheiro para conceder, em apoios, a todo o tipo de identidades públicas ou privadas e depois queixam-se que o dinheiro que recebem do orçamento do Estado é curto para cobrir todas as despesas.

Mas isto não vem de hoje nem de ontem, era assim no passado recente e continua ser assim no presente. Por isso nada muda porque as pessoas, sempre as mesmas, estão mal habituadas e pedem ajuda para tudo. O pior é que é sempre a mesma camada da população a ser contemplada e beneficiada com estes eventos.

E ainda dizem que as autarquias estão endividadas e que fazem um enorme esforço para conter as despesas para que a dívida vá diminuindo. E são milhões que estão em dívida para com a banca. Como é que conseguem assim diminuir as dívidas que se foram acumulando?

Uns governavam mal e perderam as eleições. Entram outros mas o regabofe continua sempre o mesmo. Assim não vamos a lado nenhum!

Anónimo disse...

É MESMO PROVINCIANO!!!!!!!
Agora acabava-se com tudo!?

Secalhar devia-mos demolir o parque subterrâneo de S. Sebastião...sempre dá mais prejuizo, penso eu!

Ou então...passava-se a fazer os mercados e as feiras no parque das feiras, que sempre foi uma bandeira do antigo executivo sempre que era ano de eleições...passaram vinte e tal anos...e!? NADA!
Eu não tenho, mas sei quem tem os panfeletos da primeira até á ultima campanha eleitoral do antigo excutivo...com todas as criticas e promessas, e sabem uma coisa? foram cumpridas algumas, mas muitas não passaram de promessas, e no entanto passaram quase 30 anos...
Agora passados meses, e com tão pouco tempo de trabalho, vale tudo...cheira-me a desespero!!!

Tambem sou de acordo que o actual executivo nem sempre tem sido perfeito

Anónimo disse...

Um dos problemas do antigo executivo foram os projectos megalomanos, como o referido parque de feiras e exposições.

Com a falta de financiamentos do governo e da ue, muitos deles ficarm pelo papel, não só, mas também porque a camara sozinha não dava conta do recado.

Este novo executivo está a procurar projectos pequenos e praticos. Muitos deles de intervenção e visibilidade mais directa junto das pessoas.

Na minha opinião, há um certo exagero no "fogo de artifício", como diriam os nossos amigos "homens da luta".

Mas tem sido esta a forma como o executivo psd se tem conseguido mostrar/estar junto dos monchiquenses.

Daqui a 3 anos vamos fazer as contas e saber se tanta festa deu frutos no desenvolvimento efectivo da nossa vila.

Espero bem que sim.

A.Duarte

Maria Silva disse...

Sr.Provinciano!

Criticar é fácil!!!

É obvio que existêm despesas que poderiam ser evitadas,sem dúvida...
Mas, aquelas apontadas pelo sr. não
são as mais flagrantes.
Faz todo sentido reviver tradições e
manter o gosto da maior parte da população envelhecida de continuar viver neste cantinho e a malta nova
que embora muitos estejam fora tenham sempre orgulho da sua terra.


Maria Silva

Anónimo disse...

Há cerca de um ano que sai de monchique, tendo infelizmente engrossado as estatísticas de compradores de casa em portimão.
Portimão foi a cidade que me proporcionou um emprego e uma casa a um preço de acordo com as minhas possibilidades.

Após alguns anos a trabslhar em portimão comecei a aperceber-me que o fenómeno de migração para o litoral não é apenas preconizado por jovens, mas sim por pessoas/casais de todas as idades.

Neste sentido, considero que a autarquia de monchique deve apoiar todas e quaisquer iniciativas publicas ou privadas de "mimar" as pessoas que ainda residem em monchique. Só diversificando as iniciativas, ofertas, eventos e condições para os que vivem em monchique é que podemos fazer com que pensem duas vezes antes de fazerem as malas rumo a cidade vizinha.

José

luva branca disse...

Mais do que todos os "mimos", em altura de vacas magras, a acertividade em projectos estratégicos é crucial. Julgo que praticamente um ano da CMM versão PSD, não estou ainda desiludido, mas parece-me que existem determinados "mimos" (festas, simpósios e folares, muitos artigos em jornal e muitas palmadinhas nas costas) igual a "areia para os olhos",sendo o resultado muito discutivel para a população. Por isso as opções tomadas não acrescentaram mais valia nenhuma em relação à vigência anterior. Espera-se muito mais deste executivo.

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor