03/04/09

RUI ANDRÉ É OFICIALMENTE CANDIDATO DO PSD À AUTARQUIA DE MONCHIQUE!


A Comissão Política Distrital do PSD/Algarve aprovou, no passado dia 30 de Março, por unanimidade, a candidatura de Rui André à presidência da Câmara Municipal de Monchique.

O blogue MONS CICUS Já tinha aqui adiantado que Rui André era o candidato do PSD.
Transcreve-se em baixo o texto do Jornal Barlavento com o seu currículo.

Rui André, nasceu há 34 anos em Monchique, onde sempre residiu.

É licenciado em Educação Visual e Tecnológica, professor de profissão.

Do seu currículo, constam a frequência na Pós-Graduação em Arqueologia e Património, um diploma em Design Gráfico e Comunicação, um curso de especialização em “Educação Artística”, um curso de especialização em Educação Especial e Terapia de Arte; frequência de um Master Internacional de Criatividade Aplicada Total e ainda uma série de Acções de Formação e Cursos de interesse pessoal, nas áreas do Património, da Arquitectura, Ambiente e Ordenamento do Território e um Curso de Estudos Políticos Aprofundados da Universidade de Verão 2003, promovido pelo PSD, JSD e pelo Instituto Francisco Sá Carneiro.

Do seu currículo de funções públicas, destacam-se: Dirigente da Associação de Estudantes da Escola Superior de Educação de Beja e Federação Académica do Baixo Alentejo, candidato à presidência da Junta de Freguesia de Monchique, membro da Assembleia de Freguesia de Monchique, vereador da Câmara Municipal de Monchique, candidato à Assembleia da República nas Eleições Legislativas de 2005.

No âmbito partidário, ressalta a liderança da Juventude Social Democrata de Monchique, vice-presidência da Comissão Política Distrital da JSD Algarve e a presidência da Comissão Política de Secção do PSD Monchique, funções que desempenha actualmente.

No seu envolvimento com a sociedade civil, preside às assembleias-gerais da Associação “Danciarte” Grupo de Recolha e Difusão Cultural de Monchique, da Associação Ambiental “A Nossa Terra” ONGA de Monchique, da Associação “Monchique Montanha Clube” de Monchique sendo ainda Vice-Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Monchique (desde 2005).

Rui André é apresentado pelo PSD/Algarve, em comunicado, como «firme nas intenções, convicto no objectivo de vencer, próprio da sua jovialidade e vontade de “mudar o mundo”, em particular, a vontade de alterar a inércia que afecta o seu município, mas pessoa respeitadora do seu semelhante»

Os social-democratas acarescentam ainda que Rui André defende «a política com ética e proximidade com os cidadãos».

Regionalista convicto, é coordenador do Núcleo Municipal de Monchique do Movimento Cívico “Regiões, Sim!”.

A anteceder a votação que aprovou a sua candidatura, o presidente do PSD/Algarve, Mendes Bota afirmou que «Rui André representa a renovação dos quadros políticos do PSD. Ele é a grande esperança para dar o passo final rumo à mudança de liderança do município de Monchique, depois de outros passos importantes, que outros social democratas deram até agora».
«Chegou a hora de colocar Monchique no mapa da modernidade, do crescimento económico e do respeito pelos princípios democráticos. Chega de marasmo. Rui André tem qualidade, tem formação, e tem disponibilidade para resolver os problemas dos habitantes de Monchique», acrescentou Mendes Bota.

6 comentários:

Anónimo disse...

Mais um candidato, como todos os outros, cheios de boas intenções, mas que não lhes resta outra alternativa, senão assistir à oitava vitória consecutiva do actual presidente Carlos Tuta.

Laurinda disse...

A pergunta que todos os Monchiquenses ainda fazem!

Em quem vamos votar nas próximas eleições autárquicas? A resposta é sempre a mesma. Não há em Monchique um candidato credível e com perfil, a não ser Carlos Tuta. Já está ultrapassado, mas mesmo assim, não temos ninguém para o substituir.

Este pensamento único que se generalizou na cabeça da maioria dos eleitores, já está ultrapassado. Um dia tinha de acabar. Já não há razão para pensar assim. Agora já temos um candidato à altura de substituir o actual presidente. Rui André reúne todos esses pressupostos que são necessários para estar à frente duma autarquia.

O seu currículo com apenas 34 anos fala por si. Sendo o mais importante a sua juventude. Se for eleito, passará a ser o presidente de autarquia mais jovem do Algarve, tal como aconteceu no passado com Carlos Tuta. Só não vê quem não quer, ou simplesmente por interesses partidários, ou outros, não lhe interessa reconhecer isso.

Já não há desculpa para mais 4 anos no poder, os últimos por lei. O actual presidente por já se sentir em fim de carreira tratou, oportunamente, de tratar da sua reforma, que vai acumulando com o seu vencimento. Chegou a altura de haver democracia. A mesma pressupõe alternância de Poder. Sete mandatos consecutivos já chegam. Chegou a hora da renovação.

Cirrus disse...

Há algo para ti no meu sítio. Aparece!

Anónimo disse...

Querem o Tuta mais um mandato? Mais quatro anos de abondono. Acordem, ainda estamos a tempo, vamos dar oportunidade a um jovem. Está na hora da mudança.
Foça RUI.

Anónimo disse...

é de lamentar que Monchique seja um concelho dos mais atrazados deste país. É uma vergonha! Não há nada que se aproveite.E é isto uma região de turismo. Que péssima qualidade! É altura de mudar, povo de monchique. Pelo menos tentar, acho que pior não ficamos.

Anónimo disse...

...Mas qual é a duvida?
Monchique precisa de novas ideias, de juventude, de sangue novo, de novas caras e novas maneiras de pensar.
A continuar assim, vamos ser uma freguesia de portimão em pouco tempo.

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor