29/10/08

PORTIMÃO E OS IMPOSTOS AOS CIDADÃOS!

(clique em cima da imagem para ampliar)
A Câmara de Portimão anunciou hoje que vai aprovar "medidas" para desagravar a carga fiscal de famílias e empresas, entre as quais a redução dos impostos municipais, e a devolução de cinco por cento do IRS cobrado em 2008.

As medidas prevêem a redução do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), a isenção do Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT), para jovens entre os 18 e os 35 anos, na aquisição de habitação própria permanente até 150 mil euros e a devolução de cinco por cento do Imposto sobre Retenção na Fonte (IRS).

Veja aqui o resto da notícia que vem publicado no Observatório do Algarve.

4 comentários:

Laurinda disse...

Começou assim mais uma competição entre Autarquias com outro poder económico e também com muitas dívidas, em nome da crise, e também devido à proximidade de eleições autárquicas, tirando margem de manobra às promessas das oposições internas, a tentar seduzir os cidadãos para irem viver para os seus concelhos.

Monchique uma terra deprimida e com poucas perspectivas de futuro, vê assim se nada for feito nesse sentido, mais uma medida eleitoralista dum concelho vizinho, a oferecer melhores condições de vida e a tentar aliciar os mais jovens a abandonarem, de vez, a sua terra.

Com esta política o que restará de Monchique e de outras pequenas Vilas algarvias do interior Algarvio, nas mesmas condições, que são esquecidas do Poder Central, com cada vez menos incentivos, como aconteceu com as verbas do PIDDAC, para enfrentar o futuro que não se augura nada promissor? Ninguém faz, mesmo nada, para combater a desertificação humana das nossas Vilas e aldeias! Porque será?

Guerreiro disse...

Tudo isto faz lembrar a canção da Lena Dàgua: "demagogia feita à maneira é como queijo numa ratoeira", ou o ditado mais popular que diz: "com papas e bolos se enganam os tolos". As promessas eleitoralistas estão aí. Desta forma, mais um punhado de Monchiqueiros irá de malas aviadas viver para Portimão. Não se esqueçam que da promessa à realidade vai uma grande distância. Mas que de facto é necessário fazer alguma coisa por Monchique, lá isso é bem verdade.

Anónimo disse...

Tuta, tu que já foste professor, aprende com outro que também já o foi, que é o Manuel da Luz.Como vivem os dois em Portimão, combinem e encontrem-se num café, de modo a ele dar-te a sebenta com esses apontamentos.
"O saber não ocupa lugar"......

Anónimo disse...

Quando a oposição reclamou a redução de impostos, o partido que governa a autarquia acusou-os de demagogos e irresponsáveis. Só a falta de um vereador, por já não terem a maioria, foi possível baixar o IMI. A redução do IRS não foi aceite pela Assembleia Municipal por ser essa a vontade de quem governa a Autarquia. Vamos agora ver como vão reagir os autarcas de Monchique em ano de eleições, em contrate com o que vai acontecendo nos vizinhos de Portimão. Fazia falta haver eleições todos os anos. Pelo menos havia verdadeira Democracia!

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor