05/12/10

A QUINTA DA VILA NO PRESENTE E NO PASSADO!



Duas fotos uma actual outra bastante antiga!

Esta alteração paisagística só se tornou possível com a chegada do 25 de Abril. Antes as autarquias não tinham autonomia financeira e estavam totalmente dependentes dos bons ou maus humores do Poder Central.

Com a chegada da Lei das finanças Locais as autarquias passaram a ter património e finanças próprias e toda a capacidade para poderem projectar e fazer as obras que melhor entendessem para poder servir as populações do seu concelho.

1 comentário:

Zé Pinto Magro disse...

O Poder Local foi o princípio do descalabro. No tempo do ditador Oliveira Salazar quem queria fazer obras, pequenas ou grandes, tinha que as justificar. As autarquias eram à força todas poupadinhas. As obras demoravam a ser feitas mas eram bem planeadas. O Mirante é um bom exemplo desses tempos.

Com chegada da democracia foi um fartar vilanagem cada um abotoou-se como pôde, para não lhe chamar outra coisa, e o resultado está à vista de todos. Gastaram o que tinham e não tinham e ainda pediram mais empréstimos aos bancos ficando atolados em dívidas.

Agora chegou a crise e o governo central que devia ter dado um bom exemplo ainda fez pior. Agora acabou-se o regabofe vamos todos ter que pagar os disparates que estes políticos de meia tigela andaram a fazer desbaratando os dinheiros públicos os quais vamos todos ter que pagar com uma língua de palmo, hipotecando o futuro das gerações vindouras.

Ainda gostaria de saber se há alguma autarquia neste País que não esteja atolada em dívidas. Se conseguissem apurar uma, pelo menos, os políticos que as governaram, esses sim, deveriam ser homenageados pelo Presidente da Republica com uma medalha de mérito pelos bons serviços prestados à República.

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor