12/10/09

MONCHIQUE ALMEJAVA A MUDANÇA: A MUDANÇA CHEGOU!


Rui André é o novo presidente do futuro!

Esta vitória só por si não chega para a mudança que buscamos. Mas é sim a oportunidade para que possamos fazer essa mudança. E isto só é possível se voltarmos a ter, com a ajuda de todos, um novo espírito de patriotismo e de responsabilidade em que todos nos preocupemos em trabalhar para o bem colectivo.

Os Monchiquenses mostraram estar à altura das suas responsabilidades. Votaram no candidato da esperança para que Monchique possa alcançar um melhor futuro. Parabéns a todos os que com o seu voto contribuíram para essa mudança, proporcionando assim um virar de página na vida política de Monchique.

Parabéns aos cidadãos vencidos que tudo fizeram pensando, convencidos que estavam, que a
melhor forma de progresso era prolongarem um ciclo de governação que já se encontrava esgotado e que há muito se adivinhava que estava a chegar ao seu término.

Chegou a hora de unir esforços e de todos mostrarmos em conjunto que gostamos da nossa terra. Para isso é preciso colocar de parte as nossas divergências para convergir naquilo que nos une que é o progresso de Monchique.

25 comentários:

Anónimo disse...

o sr. Miguel Freitas diz no jornal barlavento "consternado" com o resultado em monchique que "temos que analisar os numeros";tuta diz "ludibriado",aos dois senhores eu digo analisem as atitudes as respostas a postura do ex-presidente(tuta)para com o povo, e é façil entender o resultado, foi uma resposta do povo não contra o p.s.(vejamos ganha a assembleia e duas juntas)mas sim contra o tuta

Antonio Vargas disse...

parabens ao novo presidente do concelho de monchique. agora so mostrar a difrença ,vamos ver ,espero pelo melhor............

Anónimo disse...

como vai funcionar a camara tendo o ps maioria na assembleia?

será que se o rui quiser construir por exemplo o parque de feiras(que muita falta faz) mas o ps não quiser esse não será construido? esta é uma dúvida que tenho porque se assim for o rui vai ter uma vida dificil.

Zé da Quinta disse...

Para quem pensa que vai haver represálias, tirem o cavalinho da chuva. Não vai haver represálias aos trabalhadores. Eles tiveram essa garantia de quem a podia dar.

Porque não há dúvida esta derrota criou muitos amargos de boca a muito boa gente. A mesma está difícil de digerir. Isto só prova mais uma vez que havia muitos interesses ocultos.

Tanta promessa prometida. Empregos prometidos, que agora está tudo colocado em causa. Até de vereadores não eleitos que passariam a efectivos com a renuncia do presidente.

Mas o que mais me preocupa foram as despesas feitas nas últimas semanas, com máquinas pesadas a trabalhar ininterruptamente para a caça ao voto e os beneficiários sempre os mesmos que até fazem parte da lista do partido vencido. Enfim um regabofe que nunca mais acabava.

Vai agora aparecer facturas para a Câmara pagar por tudo quanto é sítio. Se fosse eu o presidente iria ter muito cuidado com esses pagamentos. Tudo o que aparecesse para pagar sem ter requisição tinha que ser tudo muito bem analisado e chamar à responsabilidade quem encomendou tais serviços.

Porque como sabemos não há qualquer controlo com as requisições da autarquia. Aquilo está dividido por muitas “quintas” e todos querem mandar ciosamente na sua. Não há controlo de nada.

É tudo ao molho e fé em Deus. No fim alguém havia de pagar. Nem os responsáveis da Autarquia sabem a quem devem e quanto devem. E isto sempre funcionou assim ao longo dos anos.

Anónimo disse...

Parece que as promessas aos Trabalhadores da Câmara de Monchique foram mais que muitas.
Também parece que as ameaças que vinha aí o “Lobo Mau”,caso o PSD ganhasse, foram muito maiores, especialmente ao que se refere aos trabalhadores da Autarquia.
Sei que, simples trabalhadores autárquicos (com conhecimento de Nomes) foram , na prática, coagidos a votar PS porque, de contrário, caso o este Partido não ganhasse, o mais provável era perderem o Emprego.
Houve até, depois de ser em divulgados os resultados, quem telefonasse à família bem preocupado, dizendo que “agora iria perder o emprego”.
Claro que não acredito que alguém possa ser dispensado do seu serviço porque ganhou o Partido A ou B.
Isso com certeza foi uma actuação do PS indecorosa e anti-democrática.
Penso que o “Lema” do PSD é totalmente diferente:
- Quando se é eleito para uma Autarquia, nesse momento deve terminar a cor partidária do eleito e tratar todos por igual.
Claro que os “Lambe Botas” (que sempre existem em qualquer local) devem ser despojados das funções que exerciam mas colocados onde não continuem a “Lamber Botas” a ninguém.
O PSD não precisa com certeza de ter ao seu serviço este tipo de gente que vende a sua dignidade por um “punhado de vento”.
Isso com certeza vai acabar. Mas … despedimentos (!) … não podem entrar por essa .
Se não eu (e todos) considerá-los-ia iguais aos mesmos que exerceram até agora as pressões indecorosas.
Tenho a certeza que o Dr. Rui André conduzirá os destinos da nossa autarquia para muito melhor do que ultimamente vinha sucedendo.
Eu acredito.
Aníbal Gouveia

Anónimo disse...

queremos o sino

Anónimo disse...

Estou certo que o rui, o grade e a arminda vão fazer furor na CMM. Estou ansioso para ver o múseo, o pequeno matadouro, o convento renovado, o novo pavilhão multiusos, os novos postos de turismo,...
Obra não falta. Veremos se é concretizável.

Anónimo disse...

É a primeira vez que venho aqui a este blog, pois apesar de ter ouvido falar muito dele, nunca aqui tinha vindo, até porqu eme iniciei nestas lides informaticas há pouco tempo. Começo por felicitar o seu autor.
No dia 11 de Outubro desloquei-me ao Largo 5 de Outubro em Monchique e fiquei estupefacta. Como é possivel estar aqui tanta gente, perguntei-me? parecia outro 25 de Abril, a que também assisti e guardo na lembrança como muita saudade, pois foi um dia inesquecivel. No Domingo, as pessoas, o sentimento de alegria, de libertação fizeram-me reviver 1974.
Acho que todos devemos este grande dia, para além de outras pessoas, a um Homem que merece o lugar que agora conquista por mérito próprio. O Dr. Rui André, conheço-o desde que nasceu. Sei da sua abnegação para as causas em que acredita, sejam sociais, politicas ou outras. É das pessoas mais determinadas que conheço. Ninguém o consegue demover do seu caminho. Nem parece ter a idade que tem, pois não se vêem muitos jovens assim.
Deposito nele toda a minha confiança de um futuro melhor.
Vamos todos apoia-lo pois a situação da câmara não é muito boa e ele terá muito trabalho pela frente, mas tenho a certeza que vai ser um Grande Presidente, que me orgulho de já ter pegado ao colo.

Cumprimentos a todos e viva Monchique

Amélia

Anónimo disse...

esse sr. miguel freitas conhece monchique, ou só e apenas alguns militantes do ps?
consternado devia ele se ter mostrado pelo que o povo passou com o sr. tuta(litarista) e seus lacaios,(perna direita, esquerda etc).
o sr. tuta diz-se ludibriado, por quem? só por aqueles que o rodeiam.

Anónimo disse...

Chegaram a ver o que fizeram ao cartaz do Rui André nas Caldas de Monchique? É que disseram-me que tinham pintado aquilo mas não sei ao certo o que se passou.

Anónimo disse...

Muito preocupados estão os Socialistas de Monchique e … custam a “digerir” a derrota.

Claro que o altísmo era tão grande que … não se apercebiam sequer do que se passava no concelho pois era evidente que a população queria a Mudança.

Só não via quem não queria ver!

Especulam agora que não vão deixar o PSD fazer nada pois têm a Assembleia Municipal nas mãos como Maioritária.

Coitados !!

Nunca foi lema do PSD Monchique (tratando os cidadãos do nosso concelho) perguntar qual a sua cor política, qual a sua religião, qual a sua tendência sexual ou qualquer outra descriminação.

Tal não pode dizer o PS que tudo descriminava e …. só dava “emprego” a quem tivesse o cartão ROSA .

Tal atitude – e muitas outras – custou-lhes a perda da Presidência da Câmara e … Muito Bem.

Possivelmente esquecem-se , os elementos do PS, da grande barafunda que vai aparecer nas contas da Câmara quando os novos inquilinos tomarem a sério os destinas da mesma pois a Quinta do TUTA … acabou.

Vão com certeza aparecer mil e um documentos possivelmente sem suporte legal … pagamentos feitos à doc … e muitas outras coisas que me inibo aqui de mencionar.

Claro que o Dr. Rui André e a sua equipa terão, como primeiro objectivo, colmatar o que for possível colmatar e, a seguir, administrar os destinos do concelho o melhor que lhes for possível sem Arrogâncias ou … outras ânsias.

Também julgo ter ficado claríssimo que, ou a Assembleia se porta como gente de bem ou … as consequências políticas e administrativas, para os ex-dirigentes do PS, se podem complicar.

Nada me admirava que, o próximo Presidente da Assembleia Municipal de Monchique – que vai ser eleito por voto secreto entre os quinze elementos – fosse o Dr. João Amado.

O contrário parece-me mais uma inconsciência do PS e, especialmente, dos elementos deste partido PS que vão agora tomar posse.

À !! …E outra:
- É muito importante que deixem o Dr. Rui André e a sua equipe trabalhar.

Ant. Meireles (devoto Monchiquense)

Teresa Dimas disse...

As obras do regime anterior!

Durante 26 anos foi feita alguma obra em Monchique. Pudera se em 26 anos não se tivesse feito nada. O problema agora é somar todas essas verbas dispendidas tanto em escudos como em euros para se saber a quantia astronómica que foi gasto com essas obras. Quando se souber a quantia dispendida e quem beneficiou com ela é que vai ficar meio mundo de boca aberta.

As principais obras emblemáticas ficaram todas por concretizar: O parque industrial, o pavilhão multiusos, não se falando sequer na recuperação do convento onde se gastaram balúrdios em projectos, em todos eles, que não tiveram qualquer seguimento.

E as compras de ocasião que foram feitas. O colégio de santa Catarina que de seguida foi demolido. O hotel MONS CICUS que tem servido para albergar ratos, e nas horas vagas serviu para casamentos e baptizados dos amigos do regime e que ultimamente tem estado ao serviço na época dos incêndios às forças de combate da GNR.

E o elefante branco do parque subterrâneo de S. Sebastião, onde pagar água, luz, e três empregados duma empresa privada assim como as obras de manutenção quando não se obtêm qualquer retorno do investimento feito.

Deve ser o único parque de estacionamento do mundo onde se fez um investimento tão dispendioso e não se obtém qualquer retorno. É tudo gratuito. Até o turista que nos visita não paga nada e fica estupefacto com tal regalia. Em Portimão até estacionar nas ruas têm que pagar, assim como noutros concelhos deste País.

O dinheiro que se cobrava aos turistas e seus principais utentes dava para a Câmara comprar dois mini autocarros e servir toda a população mais envelhecida da periferia do concelho de Monchique como acontece na cidade de Portimão com grande sucesso os chamados Vai e Vem para virem à vila fazer as suas compras.

Anónimo disse...

Atenção para a palavra descriminar. Há por aqui muita boa gente a fazer confusão com a mesma e a utilizá-la incorrectamente. A mesma é diferente de discriminar. Esta quer dizer:

1. Estabelecer diferenças. = DESTRINÇAR, DIFERENÇAR, DISCERNIR, DISTINGUIR
2. Colocar algo ou alguém de parte. = SEPARAR
3. Tratar de modo desigual ou injusto, com base em preconceitos de alguma ordem, nomeadamente sexual, religioso, étnico, etc.
v. pron.
4. Afastar-se ou colocar-se à parte.

Descriminar quer dizer: tirar a culpa a; absolver do crime imputado.

São duas palavras parecidas, na maneira como se escreve, mas com significados totalmente diferentes.

Crameia disse...

O pessoal afecto ao PSD parece que ainda não percebeu que já mudaram de campo, continuam a comentar como se ainda fossem oposição. Agora a oposição é o PS! O passado já lá vai, agora há que olhar para o futuro, e o futuro de Monchique passa pelas decisões do novo presidente. Vamos lá ver como o homem se vai sair. Com o entusiasmo e a confiança que as pessoas depositam nele certamente que o êxito está garantido. Com certeza não irá cair no lugar comum de dizer que afinal as contas do Municipio estavam pior que aquilo que pensava e por via disso neste mandato não pode cumprir o seu programa eleitoral. Isso seria de uma baixesa extrema, mas claro que não vai acontecer. Monchique vai dar um salto qualitativo no seu progresso e bem estar.
Afinal o Anonimato em Monchique é mesmo endémico e não por receio de represálias, pois continua a subsistir.

Rui Duarte

Anónimo disse...

ATT: Sr. Rui Duarte
De facto o senhor parece não ter percebido que a nova Administração Camarária (e outros) ainda não tomaram posse dos cargos para que foram eleitos.
O passado de facto, felizmente, acabou.

Mas os resquícios dos erros do passado vão, infelizmente, prolongar-se por muito tempo.

MOTIVOS:

- Mais que conhecidos (infelizmente muitos … muitos … ainda não conhecidos !) …Despesas não orçamentadas … pagamentos feitos à espera que o futuro Orçamento lhes arranje cobertura … pagamentos e mais pagamentos sem cobertura Legal … facturas que vão aparecer de muita coisa que só estão cobertos pela “Quinta do TUTA” como sejam milhares e milhares de Euros aos Restaurantes dos almoços e jantares e … infelizmente o que ainda não se sabe nem se faz ideia pois a Câmara estava a ser gerida por um Senhor Feudal que dispunha dos dinheiros públicos a seu belo prazer.

Sinceros Votos para que tal não aconteça e que as contas da Câmara se encontrem exímias.

Claro que o Dr. Rui André não é “descendente” do Eng. Sócrates e, com certeza, irá que ter que fazer todos os possíveis (e impossíveis) para que consiga gerir a Câmara com os dinheiros que disporá e não, como vinha a ser feito, com os ovos que ainda nem sequer estavam programados e, assim, sem suporte Legal.

Aconselho o Senhor Rui Duarte a seguir com atenção o desempenho do Dr. Rui André e que não falte também à chamada ao que se refere à situação económica em que se encontra a Câmara exigindo, se necessário, a apresentação de documentos.

O BEM será para todos os Monchiquenses.
Ant. Meireles

Anónimo disse...

Tenho que agradecer ao anónimo de hoje às 14:29 com a explicação entre “Descriminação” e “Discriminação”.
Está absolutamente correcta a sua explicação pelo que onde escrevi “Descriminação” deve ser entendido sim “Discriminação”.
Obrigado
Ant. Meireles

Um amigo de Monchique disse...

Durante 27 anos Monchique viveu em verdadeira estabilidade e eu também!

Com o Dr. Carlos Tuta ao comando do “barco”, tudo corria na mais perfeita normalidade. Até que um percalço, não previsto, veio deitar tudo a perder.Com a sua saída de cena da política de Monchique a mesma vai ficar mais pobre.

Vai voltar de novo a insegurança e a instabilidade para os seus trabalhadores e, quem sabe, os ordenados em atraso. Os empreiteiros não mais vão querer trabalhar para a autarquia com medo de não receber.

Os orçamentos vão voltar de novo a não serem aprovados. Com o Dr. Carlos Tuta com ou sem orçamento era a mesma coisa. O mesmo não fazia sentir a sua falta devido à sua alta competência com a conclusão do curso obtido, logo após o 25 de Abril, em económicas e financeiras numa das universidades mais prestigiadas do País.

O descalabro vai fazer-se sentir de imediato: restaurantes da parte velha da vila vão fechar por falta dos habituais clientes. O presidente da JDM vai demitir-se e o desporto vai ficar mais pobre. O campo de futebol relvado vai possivelmente ser hipotecado para pagar as dívidas acumuladas. As associações que viviam de subsídios vão ter dificuldade em sobreviver e muitos vão mesmo de fechar as portas.

Porque ele não precisava de orçamentos para nada como aconteceu no ano de 2008. Era exímio a trabalhar com duodécimos. Assim como também não precisava de ter a maioria para poder governar.

Um vereador a menos ou a mais por ter sido expulso, e bem, para ele era a mesma situação. Sempre igual. Não lhe fazia absolutamente falta um orçamento aprovado para governar em perfeita sintonia e estabilidade.

Já começo a sentir a sua falta e a sua dinâmica porque começo a ficar aflito para receber o “meu” que está em atraso.

Anónimo disse...

Ao último anónimo.
O Tuta para si é um herói, não é?
Então a que se deve o dinheiro que tem a receber em atraso,se o executivo do Rui ainda não tomou posse?
MAS QUE GRANDE RESSACA A SUA....

Anónimo disse...

Amigo de Monchique, qualquer funcionário público teme o mesmo: que se regresse aos maus velhos tempos de governação do PSD com nove meses de ordenados em atraso.
Metade de monchique quis mudança, votou e agora toda a gente considera a derrota do PS como inesperada e um precalço. Os próprios membros do PSD dizem que se a vitória fosse esperada não tinham posto pessoas como o Grade ou a Arminda como n.º 2 e 3 da lista. Isto é grave, porque nem os da mesma cor reconhecem competência no próximo executivo.
Mudança vai haver de certeza, mas não sei se será para melhor.

Anónimo disse...

Caro Amigo de Monchique _(18 Outubro de 2009 20:10)
Apreciei o seu comentário e fiquei de facto impressionado com a sua falta de rigor ao que se refere à aplicação do Orçamento pelo Dr. Carlos Tuta.

Diz que “com ou sem orçamento era a mesma coisa” . Infelizmente é verdade porque Monchique estava a ser governado como se fosse uma Quinta particular do ex-Presidente Tuta.

Os gastos não eram controlados pois que, posteriormente, os submissos subordinados . no próximo orçamento, assinavam a aprovação de cruz.

Diz que a insegurança e a instabilidade vão voltar assim como os ordenados em atraso …os empreiteiros não vão querer trabalhar para a autarquia … etc … etc.

“Os orçamentos vão de novo voltar a não ser aprovados”.

Então o “Amigo de Monchique” não pensou (ou pensa) que uma Autarquia não pode gerir os dinheiros públicos que recebe do Povo como se fossem fundos próprios duma “Quinta” do Presidente ??

Onde cabe o descaramento de se gastar centenas de milhares de Euros (no mínimo) em almoços e pândegas quando o dinheiro não é nosso mas de Todos nós ??

Onde está a “alta competência” de um Presidente que contrai empréstimos fictícios de Milhões de Euros para determinada obra mas que desvia o dinheiro para outras obras não programadas nem orçamentadas ?? … Isto é que é competência ?? … Quem o vai pagar ??
O “Descalabro” vai fazer-se sentir de imediato porquê ?? … Os restaurantes vão “fechar” (!) porque os habituais clientes são os funcionários da Câmara que comiam e bebiam às tenças do orçamento da Câmara (ou na falta dele) ?!
O presidente do JDM vai demitir-se porquê ?? …
Possivelmente porque as verbas que a Câmara lhe entregava eram mais “umas” gastas em proveito próprio de meia dúzia e não dos atletas que de facto deviam beneficiar.

O “campo hipotecado para pagar dívidas acumuladas” ?? . .. Então o seu Presidente e órgãos directivos do JDM gastavam o que estava “no cú da galinha” ?! …Ou gastavam o dinheiro em comezanas !
Claro que quem não tem a noção que um cargo político é um contrato com o POVO para gerir, com orçamentos concisos e transparentes para cumprir, e que em todo o momento pode terminar esse contrato (como é agora o caso), não precisa de qualquer orçamento.

Caro Amigo de Monchique … é caricato a sua afirmação e só revela incompetência e, provavelmente, a defesa da Anarquia por interesses próprios e não a defesa da clareza e limpidez de todos os actos praticados por alguém que queira ter sempre a cara levantada.
Eu sou por Monchique limpo e de cara lavada e, qualquer Presidente Autárquico que se preze, tem que ter sempre as contas do Município abertas a todos e não só a meia dúzia dos seus seguidores políticos que só o enganam e não hesitarão a “pisar o seu cadáver” fugindo como ratos do esgoto.

Veremos a curto prazo a grande virtude da Gerência “incólume” Socialista para Bem do concelho de Monchique.

Impaciente disse...

Gostava que alguém, assíduo deste blogue, me informasse qual o dia e a hora da tomada de posse do novo Presidente da Autarquia de Monchique.

Será que a toma de posse far-se-á no último dia que a lei permite? Custa assim tanto dar o lugar a outro, quando a grande maioria das autarquias já o estão a fazer?

Anónimo disse...

Pois, é mesmo no último dia (dia 2 às 21 horas).Custa tanto ao Tuta, que tem de ser no último dia, com a conivência do Fernando Reis Luís.Será que o Tuta vai tomar posse como vereador?
Se assim for, antes deve passar na farmácia do José M. Furtado e levar uma caixa para a azia...

POVO DE MONCHIQUE,VAMOS TODOS ESTAR PRESENTES NA TOMADA DE POSSE DO NOVO EXECUTIVO.

Anónimo disse...

Na câmara de Faro uma autarquia da capital do Algarve com outras dimensões, hoje mesmo tomou posse o novo Presidente Macário Correia, que elogiou como a passagem de poderes foi feito com o seu antecessor.

Em Monchique pelo andar da carruagem é o que se vê. Pelos vistos têm mau perder. Começam logo mal. Ou será que precisam de tempo para camuflar o que não querem que se veja?

Anónimo disse...

agarádo ao poder,até para sair é no ultimo dia e na ultima hora,muito kompensam vai ser gasto nessa noite,mas deve ainda existir ums restos nas garrafas de whisky espalhadas pelo gabinete sempre ajuda a engolir melhor,onde será a despedida? no restaurante "oficial"? um feijãozinho com tromba?
será que depois saiem com a mesma vontade que saiam quamdo terminava a assembleia?

Anónimo disse...

Já Refilei !
A Posse, aos novos inquilinos, só deveria ser dada, segundo o TUTA, daqui a quatro anos !!
Mas… vá lá ! ainda abdicava para as 23:55 horas do último dia que a Lei manda . – 02 Nov.09 !
Desde o passado dia 12 que o ex-Presidente Carlos Tuta berra na Câmara que “Até ao dia dois é ele o Presidente” !! Portanto há que respeitar o Senhor Presidente.
Os funcionários desejam-lhe Boa Sorte e Melhor saúde na sua nova morada .

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor