03/09/09

RÁDIO FOIA DESPEDE COLABORADOR!

Mais uma voz incómoda foi silenciada!

Está suspenso o programa matinal ao cantar do galo que era transmitido entre as 07h00 e as 10h00. António Manuel Alves Ataíde, natural de Ferragudo mais conhecido por Ataíde e também por o “parafuso”, cuja participação desta figura fictícia deliciava muitos dos ouvintes e cujo autor era ele próprio.

O mesmo vinha produzindo este programa, com grandes audiências, no qual não se coibia de fazer referências ao poder político de uma forma geral, o qual parecia incomodar pela forma acutilante como fazia passar a sua mensagem.

Há muito que se adivinhava o seu desfecho. No programa do dia 26 de Agosto em que o mesmo fez referência ao JDM e a autarquia de Monchique e a verba atribuída por esta, António Ataíde por lapso cometeu uma gafe questionando a JDM sobre a realização da festa de Verão, no qual ele próprio ainda não tinha tomado conhecimento.

Na realidade o programa denominava-se: "VERÂO JDM 2009" que consistia na realização de três torneios de: "Troféu Monchique'2009" (futsal, em Julho); "Troféu Carlos Perpétuo'2009" (futebol de 7, em Agosto); e "Taça Serra de Monchique'2009" (futebol de 11, em Setembro).

Foi a gota de água que fez transbordar o copo. Por este facto a direcção da Rádio Foia suspendeu o programa ao cantar do galo. Era notório que já se vinha adivinhando um grande mal-estar por parte do poder político e não só. E a prová-lo está este artigo escrito no blogue: Cogito, blog existo!, no dia 27 de Agosto de 2009 em que o seu autor se sentia incomodado, mas não revelando a rádio em questão. Infelizmente são coincidências que por acaso só acontecem em épocas de eleições autárquicas.

54 comentários:

Rui Silva disse...

E eu que pensava que a Rádio Fóia era toda laranja! Afinal estava enganado.

Anónimo disse...

Tal como aconteceu ontem na TVI, onde foi suspenso o Jornal de sexta-feira, com a Manuela Moura Guedes, estamos em época em que se vão calando as vozes incómodas.
No caso da Rádio Foia, o Ataíde era uma voz incómoda para os políticos da nossa praça e não só.
Estou a ver que dentro de algum tempo ainda vão calar o blog Mons Cicus e o seu autor.
O 24 de Abril no seu melhor

Anónimo disse...

o tuta e os seus seguidores estao borrados de medo. Fazem tudo para nao perder mas mesmo assim vao perder.
Força amigo Ataide.

Manuela

Anónimo disse...

Afinal tinha razão um também anónimo quando aqui comentava no dia 1 de Setembro no post anterior o seguinte:
“E mais caros amigos do PS não tentem comprar os "boys" do psd de monchique porque isso é mesmo à cara podre! E toda a gente sabe quem se vende.. por tuta e meia!
O povo é soberano... mas não é parvo!”

Tóine da Lua

jose da s. disse...

ponham mas e uma rosa na boca do ataide

Anónimo disse...

Convém aqui frisar, para quem não saiba, que o Presidente da Juventude Desportiva Monchique e o assessor do Sr. Presidente Carlos Tuta é a mesma pessoa que desempenha os dois cargos.

Sonhador disse...

Porque o tema pode suscitar paixões mais fervorosas, um aviso aos comentadores: não são toleradas faltas de respeito nem ofensas pessoais a nenhum cidadão envolvido ou quaisquer outros em situações idênticas. Os comentários devem ser feito com todo o civismo.

Anónimo disse...

Actualmente viver em Monchique, é como se vivia antes do 25 de Abril......
Quase toda a sua população tem medo de falar, em virtude de directamente ou indirectamente estarem dependentes do actual executivo camarário.

ABEL disse...

Já têm o Jornal de Monchique na posse só publicam o que convem,vejam a ultima edição, agora fica tambem com a Rádio Fóia que dá jeito.
O Sr. Vitor Santos que se cuide que desta vez não vai bater com o carro e fuguir a seguir.
Monchique tem que acordar e derrotar o tuta e seus compadres no próximo dia 11 de Outubro, o medo é tanto em Monchique que as pessoas já nem falam nos assuntos de interesse para o concelho, pois pode estar um espia na esquina. vive-se um ambiente pior que no tempo do Salazar.
MONCHIQUE TEM DE ACORDAR não podemos viver mais nesta situação
TUTA = SOCRATES

Anónimo disse...

o comentário do Abel é de uma grande falta de respeito. Ódio e sede de vingança pessoal é o que o psd monchique tem para nos dar...

Anónimo disse...

Ao último anónimo.
- o nosso lema (PSD)é o seguinte:"Não faças aos outros o que nos têm feito".
Saudações.

Anónimo disse...

Estas são as eleições Autárquicas mais insossas que já se realizaram em Monchique. Por todos os concelhos vizinhos há cartazes espalhados onde os candidatos apresentam as suas ideias e transmitam as suas mensagens. Em Monchique nada. Parece que não têm ideias nem programa. Até o Tuta tão pródigo em promessas ao longo de 26 anos parece agora que tem vergonha de apresentar as suas por saber que já ninguém acredita nelas. A única coisa que souberam fazer com extrema eficácia foi silenciar uma voz incómoda que ainda se fazia ouvir por não obedecer às hierarquias comprometidas com o poder.

Anónimo disse...

Finalmente temos os comentários (de novo) em total liberdade. O que se terá passado com o Senhor Sonhador (Armindo Jorge) que fechou os comentários durante alguns dias nos quais fiz dois e nenhum foi publicado. Os mesmos não continham ofensas a nenhuma instituição nem a ninguém em particular. Certamente haverá uma razão plausível para essa censura.

AZUL DRAGÃO disse...

Isso aí pela Serra está a ficar perigosamente interessante !



Abraço

joaquim de monchique disse...

tenho lido os vossos comentarios e so agora vou fazer o meu.os srs so falam em votos,votar etc.o meu caso pessoal e diferente do vosso ou ate igual a algumas pessoas.no meu caso tenho trabalhado ha muitos anos,hoje por inacreditavel que pareca tenho muito menos do que aquilo que a minha familia me deixou,o que e que os politicos me fizeram ?tiraram-me tudo e pensam que me teem ajudado,foi o irs,o iva,as contribuicoes,a seguranca social,a vida que esta mais cara,as inspecoes dos carros,os seguros,as farmacias,os bancos,a comida ,a roupa,a luz ,a agua,nao se factura como devia de ser,as escolas,e as regalias o que temos?eu nada.o ps eo psd que nos teem governado sempre continuam com as mesmas teorias,mentiras atras de mentiras,limpam do povo tudo o que podem,promessas essas sempre por cumprir,empregos so para os partidarios deles os outros que se lixem,agora e so beijinhos,abracos e muito faladores depois das eleicoes e so um fo..d...t que nao te conheco,no cds em monchique ninguem os conhece o paulo das feiras quando foi governo foi outro que se quis safar a grande com os seus amigos,o pcp agora ja nao fala da classe trabalhadora,nem da classe operaria,nem do proletariado,esta mais virado para as micro e pequenas empresas,no bloco tambem sao meia duzia de oportunistas,que estao a sombra do pcp e do ps e que tambem so aspiram pelos tachos e pelo governo,portanto meus amigos o meu voto vai para...,ainda me faltava estas o tgv e uma vergonha um pais tao pequeno e quem anda de comboio?que eu conheca na maioria so nas grandes cidades ,lisboa e porto o resto do pais acho que so da prejuizo o aeroporto,os outros so dao prejuizo e falta clientela e ainda por cima querem gastar o dinheiro que nao teem,monchique esta de rastos nao temos nada,portimao acho que nao esta muito melhor o turismo e que os vai safando,agora vem o sr belmiro de azevedo falar mal do governo e do socrates e apoiar a manuela f. leite,que descaramento, que vira casacas esse homen tambem ja manda no pais que tristeza teem feito tudo por ele e ainda quer mais.havia muito mais para dizer mas por hoje chega,o meu voto vai ser a abstencao com a abstencao ninguem ganha e com a abstencao forte todos falam e tentam mudar alguma coisa e com os votos continuamos todos na mesma e a sermos tambem mais pobresinhos visto estarmos a perder o poder de compra cada dia que passa.os paineis solares sao outra fantasia os bancos fazem o preco deles(muito mais elevado que um particular)depois o governo comparticipa com 1600euros e faz.se um emprestimo bancario,quer isto dizer que fica muito mais caro ,se formos a um prticular fica mais barato e nao precisamos da miseria de ajuda do estado.as ajudas as pequenas e medias empresas e outra falsidade porque quem precisa deve dinheiro as financas ou a seguranca social e se houver uma divida destas nem que seja pequena a uma entidade destas ja nao tem direito,se alguem pede uma ajuda ao estado e para pagar dividas,se nao devessem nao precisavam deste dinheiro para nada,o desemprego combate-se desta forma?o trbalhador a ganhar menos que o desempregado e odesempregado a trabalhar so onde quer?que pena que eu tenho do meu pais,onde as nossas familias viviam e eram felizes com o mesmo que teem hoje,que temos nos hoje a mais que os nossos antepassados,dinheiro nao,stress sim,saude assim assim,vaidade muito mais,roupa melhor,alimentacao nao melhor em qualidade,talvez mais em quantidade para alguns,carros e casas melhor sim mas quase tudo dos bancos,e ja agora para finalizar fazemos todos umas correrias infernais todos os dias a caminho dos bancos,porque os bancos sao a nossa segunda casa e somos nos que a temos que a sustentar

Anónimo disse...

Este é o único blogue de Monchique onde existe verdadeira democracia. Todos podemos fazer livremente o nosso comentário mesmo que não seja coincidente com o autor do blogue. Ao contrário de outros blogues que existem com pouca ou nada para dizer de interesse da nossa terra, mas mesmo assim têm os comentários fechados e quando o fazemos não o publicam. Afinal têm medo do quê e de quem? A rádio Foia já não nos diz nada. Foi silenciada. Parece que vivemos de novo em ditadura. Por o andar da carruagem também já não deve faltar muito. Penso eu

Anónimo disse...

onde anda a oposição de monchique ,

será que foi autorizado no dia 26 de Agosto , pela CM Monchique, que fosse enviado do fax da mesma , um fax a solicitar pelas 10h.05m a gravação da Foia 07-10 com papel timbrado do JDM.
o fax têm o numero trés mil oitocentos e pouco , o numero cert não se sabe mas basta ver o registo do dia e perguntem .

Laurinda à janela disse...

Como é possível tanto choradinho à volta de uma coisa a quem um dia alguem se lembrou a chamar "programa de rádio". Com toda esta conversa não acham que estão a insultar os radialistas, os jornalistas, os ouvintes deste país? Não basta abrir um microfone e debitar, primeiro há que saber falar português, saber o que é um microfone, uma rádio, e acima de tudo, ter "alguma" dose de boa educação.

Laurinda disse...

A Laurinda à janela

Até podia ater razão. Vamos ver se tem!

O programa em causa há muito tempo que existia na rádio. Tinha grande audiência. Esse é que era o seu grande pecado. Se ninguém o ouvisse ninguém ligava. Como acontece com a maioria dos programas que passam nalgumas rádios. São as audiências que os patrocinadores procuram para os seus anúncios. Qual a razão que não acabaram com ele em devido tempo? Dava lucro. Essa é que é a grande questão. Porquê só agora? Porque agora é que incomodava a doer o poder instituído por dizer verdades. E a direcção da Rádio por ter à frente alguém permeável às pressões não resistiu à ameaça de lhe ser retirada a licença. Esta é que é a grande verdade. Na Assembleia Municipal já o presidente da Autarquia ameaçava dizendo: “estes exemplos de “democracia” daquela rádio merecia a cassação da licença de radiodifusão, mas sabia-se lá o que o futuro lhe reservava”. Tudo isto e, muito mais, pode ler-se na acta nº.5 de 27 de Novembro de 2008 colocado no site da autarquia.


Todos cometem falhas.

Também na autarquia alguns dos seus funcionários também cometeram falhas graves. Ninguém foi despedido por isso. Não havia interesse em descobrir a verdade.

Talvez seja a altura de recordar esta notícia com 7 anos. Será que ainda alguém se lembra?

Continue a ler em baixo

Laurinda disse...

Quem tem telhados de Vidro não deve atirar pedras aos telhados vizinhos.

Ou quando os critérios mudam conforme as pessoas!

Se o executivo camarário fosse tão rigoroso como foi a direcção da Rádio Foia o que teria acontecido aos principais protagonistas desta história que aconteceu na Autarquia de Monchique no ano de 2002, já faz sete anos, que meteu Judiciária e acabou por ficar tudo em “águas de bacalhau”. Ninguém foi despedido. Não se apurou responsabilidades. Compreendia-se que o assunto era melindroso e só veio dar razão àqueles que afirmavam que nada iria acontecer, apesar das auditorias internas e das responsabilidades que se dizia iam ser apuradas por parte do Presidente. Só que por vezes nem o tempo consegue apagar definitivamente, tudo, da memória de alguns. Este foi um assunto muito badalado e comentado na altura:

Começa a ser normal neste país despedir sumariamente por terem expressado a sua opinião ou até por gestos obscenos feito com as mãos, mas nunca quando se desvia dinheiro ou por corrupção:

É bom relembrar e ler de novo a história contada pelo correio da manhã na altura:

20 Dezembro 2003 - 00h00
Irregularidades - Faltavam cerca de sete mil euros nas contas
CÂMARA DE MONCHIQUE INVESTIGADA PELA PJ
A Polícia Judiciária está a investigar alegadas irregularidades na Câmara de Monchique, detectadas aquando da presença de uma equipa do IGAT (Inspecção-Geral da Administração do Território), naquele concelho, em 2002, que constatou um desvio de cerca de sete mil euros nas contas.

Vários funcionários foram ouvidos ao longo dos últimos meses na PJ de Portimão, assim como o presidente da Câmara, Carlos Tuta, e outros elementos do executivo autárquico, no qual estão apenas representadas duas forças políticas, PS (detém a maioria) e PSD.
Os factos remontam, segundo o edil de Monchique, a um período entre 1992 e 2001 e em causa estariam, de acordo com Carlos Tuta, valores relativos a cobranças de água não efectuadas.
“Foi feita uma auditoria interna e apuradas as responsabilidades. A PJ sabe de tudo”, garante Carlos Tuta, que se deslocou recentemente às instalações daquela Polícia e já deu o caso como “encerrado”, pois “estamos a tratar dos processos disciplinares a vários funcionários, envolvidos no mau funcionamento do processo de cobrança das facturas da água, no qual se detectaram algumas situações que não estavam de acordo com os procedimentos desejáveis, e espera-os, tanto quanto sei, repreensões por escrito.”
Os vereadores da oposição, José Armando e Vidaul Costa, não quiseram pronunciar-se sobre a matéria, alegando que a mesma “está em segredo de Justiça”, pois “decorrem investigações”, versão que choca com a de Carlos Tuta, o qual considera o assunto resolvido.
Em cheque poderão vir a estar dois funcionários que ficaram sob suspeita depois de serem detectadas regularmente pequenas diferenças nas contas. A repetição de desvios de valor pouco significativo terá levado à instalação de um sistema de vídeo no interior das instalações da autarquia, que permitiu detectar em flagrante dois empregados da Câmara (um homem e uma mulher).
Todavia, só depois da inspecção do IGAT a situação foi denunciada às autoridades, que ainda procedem ao esclarecimento total da situação.
“Nada temo a esse respeito”, garante Carlos Tuta. “Fizemos o que tínhamos a fazer e a prova é que não há dinheiro em falta na autarquia e as responsabilidades foram apuradas. O que se disser além disso é irreal e terá outros objectivos que não o simples esclarecimento da verdade”, remata.
Armando Alves (Portimão)

Anónimo disse...

Ai.ai.ai... o "Sr.Dr.Braço Direito..." do Sr.Presidente da Câmara Carlos Tuta.
E então essa punição, vai ou não vai acontecer?

Anónimo disse...

Como foi possível juntar aquela gente no jantar?

PASSO A EXPLICAR:
-o jantar foi de borla(sexta feira, sem trabalho no dia a seguir) e houve muita gente que comeu e foi-se logo embora sem ouvir qualquer discurso;
-os funcionários da câmara com medo, tiveram que ir PRESSIONADOS (estes, com as respectivas famílias são à volta de 500), mas grande parte deles já não votam Tuta.Ainda houve uns quantos funcionários destemidos que não foram;
-outros foram lá como curiosos e outros ainda para conhecerem o espaço;
SOCIALISTAS, NÃO SE ILUDEM, POIS AS MESAS QUE LÁ ESTAVAM, NÃO ERAM A DAS URNAS, MAS SIM AS DA COMIDA À BORLA.

Anónimo disse...

Não foi só os funcionários da autarquia que foram fortemente pressionados. Eu que não tenho nada a ver com a autarquia também fui pressionado. Por isso falo por mim. Recebi um (SMS) no meu telemóvel. Não respondi.

Voltaram a insistir a solicitar a confirmação ou não. Lá respondi para não ser indelicado também por (SMS). Escrevi que agradecia o convite mas que não ia ao jantar.

Como eu, certamente, também outros munícipes foram convidados nos mesmos moldes. Não sei onde foram buscar o meu número do telemóvel. Mas que eles o tinham disso tenho eu a certeza. Só se lembram de mim nestas alturas. Dá que pensar.

Anónimo disse...

Esta Câmara Municipal de Monchique,é um verdadeiro SIS.
Já parece no tempo de Salazar.
Por isso, não admira que os funcionários da Câmara tenham MEDO do Tuta.

Anónimo disse...

Um blogue fraco, só pode ter comentários fracos...

Anónimo disse...

Não são comentários fracos;são únicamente AS VERDADES DITAS E ESCRITAS.
Todos sabemos que não gostam.... mas é a pura das verdades.
Paciência.

joaquim de monchique disse...

sr anonimo d esculpe se o blog e fraco,mas o meu comentario nao e fraco,tanto que o sr respondeu a mim ou a outro infelismente.ja agora o sr tambem reparou que o comentario mais fraquinho que aqui esta e o seu que pena que eu tenho de si que tao fraquinho que e

Anónimo disse...

O Tuta está todo borrado de medo porque finalmente vai para casa e para a sua terra que é portimao. O jantar foi um esforço para contariar este destino que ja nao pode fugir. Vai perder e todos ja perceberam isso e por isso estao tao aflitos.

Maria dos Prazeres disse...

D. Laurinda

Tenho grande admiração por si, desde há longo tempo, devido aos seus comentários que aqui escreve neste blogue fabuloso de que Monchique se pode orgulhar e que tanta confusão tem feito à cabeça dos situacionistas do sistema e que leio com o maior apreço e agrado.

Como eles gostariam de ter um blogue assim. Mas como não têm, ninguém, nem com arte nem engenho para tal limitam-se por isso a se contentar com nada. Nem todos são predestinados para o mesmo. Aqui todos podem escrever o que lhes vai na alma. Só que nem todos sabem, não podem, ou não querem transmitir aos outros o que pensam desta terra, da nossa gente, e destes políticos que infelizmente nos couberam em sorte.

Gostava sinceramente de saber quem a senhora é para lhe poder dar pessoalmente os meus sinceros parabéns por aquilo que escreve e pelo seu conteúdo sempre tão acertado e acima de tudo pelas verdades que encerra. Só é pena que a totalidade da população de Monchique não tenha acesso à Internet. Aqui só vêm os mais esclarecidos, ou pelo menos deveriam ser, os quais ao dar a sua opinião no inquérito neste blogue mostram até à saciedade qual é a sua preferência para nos governar.

Espero um dia saber quem a senhora é para lhe agradecer

Mais uma vez o meu muito obrigado

Anónimo disse...

As grandes verdades desta campanha autárquica 2009 em Monchique

Na passada sexta-feira, dia 18 de Setembro, acorreram ao Parque da Mina mais de um milhar de Monchiquenses para assistir à apresentação dos candidatos do Partido Socialista às Autárquicas 2009.

Este é o início do texto escrito no Blogue do candidato Carlos Tuta.

Sim porque Carlos Tuta agora também já tem um blogue. Só agora resolveu aderir aos modernos meios de comunicação. Eis o seu endereço: http://carlostuta.blogs.sapo.pt/

Só que as pessoas na grande maioria não acorreram, foram coagidos a aparecer principalmente os trabalhadores autárquicos. E para provar o que digo foi utilizado um telemóvel com mensagens SMS a pressionar para que comparecessem no jantar de apresentação dos candidatos, outros cidadãos que nada têm a ver com a política através do telemóvel de serviço para este efeito 964514171

O mesmo jantar foi de borla. Ninguém pagou nada. Mas como todos sabemos não há almoços grátis. Alguém mais tarde ou mais cedo vai ter de pagar. E todos sabemos como é a generosidade dos políticos quando se trata de pagar algo do seu bolso. No entanto não houve alegria nem entusiasmo, todos pareciam estar ali a fazer um grande frete.

Na apresentação dos candidatos autárquicos do PSD só compareceu quem quis, ninguém foi persuadido a fazê-lo E mesmo assim foram cerca de 500 pessoas. O mesmo foi feito a uma quinta-feira e custou ao bolso de cada um dos presentes a quantia de 12 euros e cinquenta cêntimos.

São estes os comportamentos e as diferenças dos dois candidatos em presença.

Anónimo disse...

Mais de mil pessoas???????

Como se consegue por essas pessoas num sitio daqueles?

Para parvos esse numero serve, mas para quem sabe de numeros, podiam la estar cerca de 700 pessoas. Olhem que eu estive la e ppor acaso ate apareço na foto.

pd

joaquim de monchique disse...

pelos vistos foi toda a gente convidada,e eu que parecia o unico e que ate nao voto tuta nem seus engraxadores,nao fui mas sei quem foi e nao vota tuta.quem paga?e simples e descontado na renda da nora.outra coisa nao sei como e possivel alguns analfabetos,que nao teem culpa de o serem,irem vestidos de fato e gravata,pareciam que iam a algum casamento ou coisa do genero,que no dia a dia parecem uns pelintras,e nos dias de funerais de familiares nao se vestem assim tao bem,nao acham isto tudo uma tristeza ?que pena vivermos assim na nossa terra que tanto adoramos

Anónimo disse...

ouvi dizer que as estatuas estao por pagar,e andam a fazer peditorios,eu acho que quem devia pagar e quem se lembrou de as encomendar e que fica la com o nome

Anónimo disse...

quem pagou a cortiça foi o subsidio das festas de verão 2009ou foi a divida do jdm à radio foia do tempo do instrutor e do pseudo contabilista de radio

Laurinda disse...

Alguém acredita nesta política de fantochada?

Com esta política e com estes políticos que nos governam, querem fazer de nós uns imbecis para que acreditemos em tudo o que eles nos querem impingir.

Têm dinheiro para tudo, para fazer festas com artistas que custam balúrdios onde enchem os bolsos só de alguns. Convidam individualmente pessoas escolhidas a dedo a pouco dias das eleições, para irem em excursão no autocarro da Câmara a visitar Sintra – Lisboa e outras localidades. E outras situações similares que todos conhecem onde os almoços gratuitos nunca falham. É tudo de borla sem que ninguém estivesse à espera de tanta generosidade.

No entanto para pagar as estátuas em duplicado, já que as originais deixaram-nas com o desleixo e a incúria de as resguardar da cobiça alheia, e para dar a ideia que foi o povo é que contribuiu para pagar parte das mesmas não se inibem de andarem a pedir à população num anuncio no Jornal de Monchique que já dura uma eternidade, onde continuam a dizer que continua a decorrer a subscrição pública de Homenagem ao Dr. Humberto Messias, através de depósito ou ordem de transferência para as contas: Caixa geral de Depósitos-NIB-003504890000818060042. Caixa de Crédito Agrícola – NIB – 004571904019717472897.

É com estes procedimentos de grande fantochada que grande parte da população, os mais esclarecidos, já não acredita na política nem nestes políticos que tudo fazem para continuar á frente dos nossos destinos, tentando ludibriar-nos com as suas mais que duvidosas intenções benévolas.

Anónimo disse...

Um excelente blog de Monchique transformou-se num ninho de opositores ao regime tutalitarista, quando mais não seja: "PêpêDocas".

De certeza que não é a lançar críticas num blog sob signo do anonimato ou de pseudónimos que irão ganhar mais votos para o Rui André. Saiam à rua, mostrem-se, falem com as pessoas, desamarrem-se dessa conduta do "fala, fala, fala, mas pouco ou nada fazem".

Já agora, quem é o Grade?

"Liberdade de expressão, sempre!"

S.S.

Anónimo disse...

O Sr.Grade(Luís Grade)é o engenheeiro dos serviços da agricultura em Monchique e trabalha no Pé da Cruz á 23 anos.

José Alberto de Jesus Costa disse...

Quem nasce em Monchique nunca ninguém lhe reconhece o seu valor na terra!

Nascer em Monchique é sinónimo de mais tarde ou mais cedo ter de procurar outras paragens para poder sobreviver.

Por isso eu nasci em Monchique e tal como a esmagadora maioria de colegas de escola desde muito cedo tive que abandonar a terra que nos viu nascer por aí não termos possibilidade de futuro. Durante a minha vida nunca conheci outro presidente a não ser Carlos Tuta.

Ao longo destes 26 anos o que é que Monchique ganhou em termos de progresso? Se houve progresso foi só para aqueles que entraram pela porta do cavalo na autarquia e que aí fizeram brutas vivendas com o alto patrocínio do executivo actual. A esmagadora maioria afilhados e afilhadas do Sr. Presidente.

A maioria da população jovem, mesmo que tivesse terreno herdado dos pais, sem estar urbanizado, para poder construir a sua casa, não foi autorizado a fazê-lo, tendo as mesmas condições dos afilhados. Foi isso que aconteceu a muitos amigos de infância que comigo tiveram de abandonar Monchique. Por isso Monchique está reduzido em número de habitantes a uma pequena freguesia do litoral.

Agora que já tenho o meu futuro mais ou menos assegurado, o presidente pode ficar o tempo que ele quiser. Por mim até pode ficar o resto da sua vida. Monchique deixou de ter qualquer interesse para mim. Agora nem votar já aí vou. Que sejam muito felizes!

Anónimo disse...

Se Rui André ganhar as eleições Autárquicas é a primeira vez que um filho da terra vê os seus méritos reconhecido pelos seus iguais em eleições. Se tal acontece far-se-á história em Monchique

E deixará de fazer sentido a célebre frase que já ouvia dizer aos meus pais desde os seus primórdios: Monchique é uma muito má mãe mas é uma óptima madrasta. Será que os santos da casa fazem milagres?

Anónimo disse...

Senhor Anónimo
Se Rui André ganhar as eleições, não é o primeiro filho da terra a ter mérito junto dos seus conterrâneos, ou por acaso o senhor não sabe que a primeira câmara no algarve-a seguir ao 25 de Abril-social democrata, foi a câmara de Monchique, ganha por um Monchiquense, aqui nascido e criado.

Ramos disse...

Nunca consegui entender porque razão mantinham tal personagem frente ao microfone. Aquilo era pior que bater na avó. Não sabia falar, musica horrivel. finalmente naquela hora posso voltar a ouvir a rádio.

Liberdade Maria disse...

Todos sabemos que os portugueses têm gostos mais que duvidosos!

E nestes casos as minorias quem cultivam o bom gosto e a seriedade têm que se submeter à vontade da maioria.

Porque se fossemos falar em termos de qualidade, rigor, seriedade e ética há muito que não teríamos à frente dos nossos destinos os actuais detentores do poder em Monchique.

Como todos sabemos são os votos e as audiências as componentes que marcam o nosso ritmo de vida. Quando isso não acontece ou estamos perante um acto de censura ou de um golpe de estado.

Neste caso foi um acto de censura conjugado com o despedimento, por motivos políticos, o que aconteceu no caso em apreço na Rádio Foia.

Anónimo disse...

senhores o ataide já prometeu dizer toda averdade dos factos , mas só em data oportuna , pelo menos foi isso que ele prometeu aos seus verdadeiros amigos , tenham calma , segundo sei a resposta está gravada neste blogue desde o dia em que a noticia saiu para a rua mas só sairá quando ele autorizar , aguardem ,

o amigo madeirense

Anónimo disse...

caros amigos :
obrigado pelo que dizem neste blogue .
Hoje é dia da minha expectativa , espero que a DITADURA deste Pais , termine, a mim ninguem me silenciou , eu sou o mesmo apenas a minha voz na radio não é ouvida , mas não esqueci monchique , estou convosco , mas aguardem antes das autarquicas se me voltar a ser permitido por este blogue por aqui falarei senão de outra forma chegarei a voz , não critiquem quem quer que seja tudo o que se passa só a mim me diz respeito .
obrigado amigos por aquilo que dizem neste blogue e por aquilo que mandaram para o meu mail , a seu tempo falarei e o amigo armindo sabe disso , ataide

Jorge disse...

Mas como é possivel que alguem ainda acreditar num "papagaio" que apenas repete os outros e se promovia na rádio?
Para ele, todos eram maus e ladrões, só ele era inocento. O Tal senhor (com letra minuscula) colocou em causa uma direcçáo inteira, sem qualquer conhecimento da verdade dos facto. Como pode alguma direcção de uma rádio dar voz a tal individuo, tenham dó.
Náo sei como é que alguem ainda aceita e chama a isto censura!?. Isto foi sim, despedir um imcopetente.

Anónimo disse...

Olá a todos...

Não quero ser mal interpretado, náo estou aqui para defender ninguem, mas tenho vontade de mandar um tal de " Jorge", que escreve a mensagem antes da minha para um " determinado sitio"!

1º - o Ataide não é nenhum papagaio, pois não tem penas, e não repete o que lhe dissem.
2º - Se há pessoas que se promovem dentro daquela Rádio garanto-vos que não é ele.
3º - Ele tem toda a razao... SÃO TODOS MAU, LADROES e CORRUPTOS ( essa esqueceu-se o "Jorge" de escrever).
4º- O Ataíde indepentemente de ser com letra maiúscula, ou minúscula isso é o que menos importa, se fala é porque sabe.
5º- Respondendo á sua questão... sim é censura e das grandes!
6º-Despediram uma pessoa que faz MUITA FALTA na RÁDIO FÓIA!Sem ele nem da vontade de liGar o rádio.
Se houvessem pessoas competentes não era ele que vinha embora não...

Para terminar só me resta felicitar o Ataide pelo Grande Homem que é, e por tudo o que fez por Monchique, mais que não fosse descobrir " a careca" dos mascarados!
As maiores felicidades para o grandioso locutor!

OBRIGADA ATAIDE, VOLTA DEPRESSA...

Anónimo disse...

:)

O toino do Ataíde faz falta a Monchique? Um grande homem? Esta deve ser para rir.

São todos ladrões e corruptos? Revelem nomes e evidenciem provas. Se sabem assim tanto, provem aquilo que dizem mas, atenção, acusar é muito grave, decerto que só o fazem escrevendo sob anonimato.

Mais ainda, acusar sob anonimato e sem quaisquer provas é um acto extremo de cobardia.

Tratem-se!

Anónimo disse...

Força Ataide!
Nao ligues ás vozes que te querem calar.
Eles so falam porque tem o "rabo caçado".

Muita Força...
Monchique esta contigo!

Rui Silva disse...

Pelo que percebi desta trapalhada toda, a "culpa" foi do Ataíde. O lapso foi dele, ao fazer um comentário sem confirmação do que estaria a dizer. Não duvido que tenha dito muitas verdades durante os seus programas, mas esta confusão teria sido facilmente evitada, se ele pesquisasse um pouco. A informação estava toda na net.

Anónimo disse...

É isso mesmo, Rui Silva.

É o mesmo que eu comer açorda e alguém andar pela vila a dizer que a câmara me ofereceu lagosta.

Quando se fala sem saber na comunicação social, ainda para mais quando se trata de um (suposto) profissional, deixa-se de informar a população, para denegrir e acusar uma colectividade que actualmente está a trabalhar para servir a população, sobretudo a população jovem.

Uma injustiça completamente desnecessária e ao serviço da oposição.

Anónimo disse...

Resposta ao anónimo anterior!

Não é silenciando uma voz incómoda que errou, uma vez, mas que em contrapartida se fartou de dizer centenas para não dizer milhares de verdades. E essas doíam a valer.

Porque essas verdades tinham origem em fontes fidedignas isso incomodava. E de que maneira. Por isso não olharam a meios para silenciar essa voz, porque se só falasse bem do regime, isso já não tinha qualquer importância.

Também achava bem fechar este blogue só porque o seu autor não comunga, totalmente, das mesmas ideias do poder instituído? Essa é que é a grande questão, ninguém poder dizer a verdade.

Isso não é democracia é apenas uma amostra como se praticava a “liberdade” no tempo da outra Senhora e pelos vistos ainda tem alguns adeptos.

António Ventura disse...

Resposta a Ramos


Diz o comentarista RAMOS: - nunca consegui entender porque razão mantinham tal personagem frente ao microfone. Aquilo era pior que bater na avó. Não sabia falar, musica horrivel. finalmente naquela hora posso voltar a ouvir a rádio.

A rádio Foia tem as portas abertas a todos os grandes talentos, apareça e mostre o que vale, os microfones são seus
Assina: António Ventura

Anónimo disse...

musica horrivel para quem nao e portugues ou quem nao gosta do seu pais pois eu e muita gente nao ouvira a radio foia com musica que nao interessa a ninguem poderia ser papagaio mas dizia verdades que nao gostavam de ouvir e animava muita gente provavelmente pessoas idosas ue o gostava de ouvirforça ataide a liberdade foi para se falar egrande abraço e ate sempre

Anónimo disse...

viva o 25 de abril abaixo a radio foia para mim perdeu a graça sem o parafuso

Veja as fotos que se encontram, em baixo, no final do blogue!

Todas as fotos são referentes ao concelho de Monchique!

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor

as mesmas são propriedade deste blogue e do seu autor